Paladar

Fernanda Meybom: Coluna 06 – Greifenbier – Alemanha? Não, Santo Amaro da Imperatriz!

Fernanda Meybom: Coluna 06 – Greifenbier – Alemanha? Não, Santo Amaro da Imperatriz!

25 setembro 2014 | 12:00 por Raphael Rodrigues

As Cervejeiras da Confraria Flor de Lúpulo: Fernanda Meybom, Daiane Colla, Amanda Reitenbach e Luana Bittencourt

FOTOS: Fernanda Meybom/Arquivo Pessoal

Santo Amaro da Imperatriz é um munícipio da região da grande Florianópolis mais conhecido como a Capital Catarinense das Águas Termais. Uma região de montanhas cortadas por rios e cachoeiras, com 63% de seu território coberto pela Mata Atlântica e a 30 Km de distância de Floripa e suas belas praias. Parece perfeito para as próximas férias, né?! Bom, e seu eu falar que além das belezas naturais há 3 cervejarias na região? Agora sim, ficou perfeito!

Ficou com água na boca?

Cervejaria Badenia

E num domingo desses, juntei os amigos e fomos rumo a Santo Amaro da Imperatriz visitar uma destas cervejarias e a escolhida foi a Cervejaria Badenia.

Dentro da Cervejaria: Eu, Amanda Reitenbach, Fabricio Machado, Mestre-cervejeiro da Badenia Oliver Boje, Daiane Colla, Jean Pierre Tonial, Luana e Jeferson Bitencourt.

Na cervejaria fomos recebidos pelos proprietários Guenther Sauer e Oliver Boje.
Os dois deixaram a Alemanha há alguns anos e em outubro de 2008 desembarcaram em Florianópolis dispostos a montar uma microcervejaria.

Mestre cervejeiro Oliver Boje com a Confraria Flor de Lúpulo (Luana, Daiane, Fernanda e Amanda)

Em abril de 2013 foi fundada a Cervejaria Badenia com a marca Greifenbier que significa um animal mitológico que tem a cabeça de águia e o corpo de leão.

Greifenbier Munique Dunkel

Junto à cervejaria, está localizado o bistrô e a choperia (Gasthaus Badenia).

Gasthaus

Para nosso típico almoço alemão pedimos um petisco com salsichas picadas, acompanhadas de mostardas e Laugenstangen que é um pão salgado típico da região sul da Alemanha. A cerveja escolhida foi a Greifenbier Munique Helles.

Greifenbier Munique Helles, Salsichas e Laugenstangen

Os pratos principais foram:

Braumeister Schnitzel ou Bife do Mestre Cervejeiro que é um bife de lombo suíno empanado com malte de cevada, acompanhado de salada de batata e Spätzle que é uma massa caseira.

Prato Alemão: carne suína com chucrute e Spätzle.

E a sobremesa:

Apfelstrudel (torta de maçã) com sorvete.

Além das cervejas Helles e Dunkel, outra cerveja degustada foi a Greifenbier Roggen, que é uma cerveja de Centeio típica da região sul da Alemanha, principalmente da Baviera, que também é o local de origem dos dois cervejeiros da Badenia. Todas as cervejas produzidas seguem a Reinheitsgebot, ou a Lei da Pureza Alemã.

Greifenbier Roggen

Obrigada aos amigos pela excelente companhia de sempre e ao Oliver e o Guenther pela recepção! Adorei!

Prost!

Veja as outras colunas de Fernanda Meybom.