Paladar

“Champagne” da Califórnia na posse de Trump

Blog da Belle

Notícias do mundo do vinho

“Champagne” da Califórnia na posse de Trump

Três rótulos americanos serão servidos na posse do 45º presidente norte-americano nesta sexta-feira (20)

20 janeiro 2017 | 13:46 por Isabelle Moreira Lima

Três vinhos da Califórnia serão servidos na posse de Donald Trump, eleito o 45º presidente dos Estados Unidos, nesta sexta-feira (20), em Washington DC. Até aí, tudo bem, nada mais normal que vinhos nacionais em uma cerimônia nacional desta magnitude. O problema é que entre eles está um “Champagne da Califórnia”, algo que pode reabrir feridas entre produtores franceses de Champagne e os Estados Unidos.

korbel-inaugural

O Champagne da Califórnia Korbel Natural Special Inaugural Cuvée. FOTO: Divulgação

Trata-se do Korbel Natural Special Inaugural Cuvée California Champagne, a ser servido na sobremesa com suflê de chocolate e sorvete de baunilha e cereja. A vinícola teve outro rótulo de “Champagne da Califórnia” na posse de Obama há quatro anos, mas a origem (Califórnia) veio suprimida no menu, o que desagradou os franceses.

Um acordo de 2006 entre União Europeia e EUA proíbe o uso da palavra Champagne por novos produtores, mas não era retroativo: ou seja, quem já produzia espumantes com o rótulo de Champagne fica liberado desde que use a procedência – Champagne da Califórnia, de Nova York, etc.

Outros dois vinhos tranquilos, um branco e um tinto, serão servidos nesta sexta: o J. Lohr 2013 Arroyo Vista Chardonnay, de Monterey, servido com lagosta do Maine e camarão com molho de açafrão e torta de amendoim como primeiro prato; e o Delicato Black Stallion 2012 Limited Release, um Cabernet Sauvignon de Napa Valley a ser servido com bife angus com um gratin de batata e chocolate amargo.

Os vinhos tranquilos, que não são vendidos no Brasil, custam em média US$ 25.

Entre as empresas do novo presidente dos EUA está uma vinícola em Virgínia, Trump Winery, que não teve rótulos incluídos na festa de Washington.

 

Tags:

0
Comentários
0

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.