Paladar

Blog da Patrícia

S.O.S. Cozinha

Cuscuz de couve-flor

Em vez de ser feito de semolina, este cuscuz é feito com a couve-flor moída e tostada em frigideira quente. Resultado: fica levíssimo. Com legumes assados, faz a refeição completa

19 julho 2017 | 19:24 por Patrícia Ferraz

FOTOS: Gabriela Biló/ ESTADÃO

A primeira vez que provei um cuscuz feito de couve flor foi em 2001, no El Bulli, de Ferran Adrià. Achei surpreendente, divertido, bonito…só que não era muito gostoso, não, a couve-flor crua, sem tempero, apenas com uns cubinhos de legumes.

Ficou com água na boca?

Essa versão aqui é bem saborosa. E começa com uma farofa de couve-flor, que aliás, é , por si, um belo acabamento para diferentes pratos, fica ótima polvilhada por cima de espaguete na manteiga, ou ao alho e óleo. A farofa também serve de acompanhamento para assados. É bem fácil de fazer.

Primeiro é preciso separar os floretes, lavar e secar bem. Aí  a gente tem de transformá-los em farofa – é possível fazer isso usando uma faca afiada, ou a lâmina meia-lua. Mas eu costumo colocar no processador, que faz a tarefa rapidinho. E deixa ‘os grãos’ perfeitos

O cuscuz fica assim, dá uma olhada.

Ponha um pouco de azeite numa frigideira, uma ou duas colheres, se for usar a couve-flor toda. Não ponha muito para não encharcar e não empapar a farofa. Aqueça bastante a frigideira, ponha o azeite, aqueça também e então ponha a couve-flor moída. Refogue, mexendo até dourar. Tempere com sal e pimenta-do-reino moída na hora e tire do fogo.

Transfira o cuscuz para um bowl, decore com legumes assados (ficam bem mais saborosos do que simplesmente cozidos). Tempere os legumes generosamente, antes de misturar ao cuscuz. Fica bom quente ou em temperatura ambiente.