Paladar

Blog da Patrícia

S.O.S. Cozinha

TESTE: Debulhador de milho

Um novo utensílio é sempre uma tentação, mas muitas vezes a gente só descobre que ele não vale a pena, depois de comprar. Por isso, resolvi fazer testes para indicar aqueles que realmente facilitam a vida

17 maio 2017 | 10:41 por Patrícia Ferraz

Adoro milho e vivo procurando um utensílio bom para debulhar a espiga — que seja prático e eficaz. Vi a propaganda deste modelo, importado, achei que R$ 29,90 (na Doural) era um bom investimento para me livrar de vez do milho em lata, cheio de conservantes. Comprei.

FOTOS: Patrícia Ferraz/ Estadão

 

Ficou com água na boca?

Pelas informações no rótulo, bastava apoiar o cortador na extremidade fina da espiga de milho cozido e empurrar para baixo. Foi o que fiz — bem, foi o que tentei fazer.

 

Precisei de muita força para poder arrancar alguns grãos. E de tanto apertar a espiga, fazendo força, ela começou a pingar, maior molhaceira. Quem sabe se eu girasse o debulhador... Tentei, girando e empurrando para baixo ao mesmo tempo. Consegui mais alguns grãos, com muito esforço.

 

Pedi ajuda, quem sabe era uma questão minha de falta de força.

Mas que nada, o negócio não funciona mesmo. Tentei inclusive com espiga crua, pior ainda. Minha conclusão é que este utensílio deve servir com o milho americano, que é mais fino.

Quer saber? Não vale a compra.

E enquanto a gente não descobre o debulhador de milho perfeito, experimente fazer esta receita de milho mexicano na espiga. É incrível e não tem segredo.

Tags: