Paladar

Blog da Patrícia

S.O.S. Cozinha

TESTE: Descascador de pinhão

Um novo utensílio é sempre uma tentação, mas muitas vezes a gente só descobre que ele não vale a pena, depois de comprar. Por isso, resolvi fazer testes para indicar aqueles que realmente facilitam a vida

06 junho 2017 | 14:59 por Patrícia Ferraz

FOTOS: Patrícia Ferraz/Estadão

Pinhão é uma delícia, mas só de pensar em ficar lutando contra a casca dura que não desgruda do miolo de jeito nenhum – e ainda por cima queimando os dedos – eu desanimo.

Quer dizer, desanimava, até descobrir este abridor de alumínio.

Ficou com água na boca?

É um utensílio que vai ficar na gaveta boa parte do ano, garanto. Mas quando começar a esfriar, ele vai virar uma estrela na sua cozinha. Pelo jeito velhinho do meu, você pode acreditar no que estou falando.

É facílimo de usar: só encaixar o pinhão, apertar e, bingo, ele sai inteirinho.

Mas o descascador não funciona se o pinhão já estiver frio. Aí nesse caso, haja força! Já experimentei jogar na água de novo e esquentar, deu certo, mas fica mesmo muito mais fácil descascar logo que for cozido.

Se você tiver controle suficiente para guardar alguns depois de descascar (é impossível não ir comendo conforme descasca…), experimente colocar os pinhões já frios numa salada de folhas. Outra dica é servir como aperitivo, com um molhinho de azeite e mostarda.

Ou faça este Rigatoni com pinhão, alho-poró e cogumelos, da Bel Coelho. É delicioso.

FOTO: Tiago Queiroz/Estadão

Existem muitos modelos – de madeira, inox etc…- este meu é o Pinholino, de alumínio, bem básico, custa R$ 49,90, no Sacolão da Vila Sônia (Av. Prof. Francisco Morato, 3.030, Vila Sonia. tel.: 3743-7677).

LEIA MAIS:
TESTE: Quebrador de ovos
TESTE: Debulhador de milho

Tags: