Paladar

Melhor de 2011, parte 21: Ronaldo Morado

14 janeiro 2012 | 21:40 por Roberto Fonseca

Ronaldo Morado (Foto: Arquivo pessoal)

Veja os votos de Ronaldo Morado, em Brasília (DF), autor da Larousse da Cerveja:

Melhor lager nacional
Falke Diamantina. Como me considero um lupulomaníaco, às vezes me esqueço de que o malte é item fundamental das lagers. Essa cerveja resgata esse fundamento.

Ficou com água na boca?

Melhor ale nacional
Wäls Tripel. Aliás, poderia ser também a Wals Brut. Os meninos (Jose Felipe e Tiago Carneiro) estão mandando bem (nota do blog: vale a Wäls Tripel pelas regras acordadas).

Melhor lager importada para o Brasil
Pilsner Urquell; o resto é imitação.

Melhor ale importada para o Brasil
La Trappe Tripel. Além de maravilhosa cerveja, sua distribuição no Brasil é impecável.

Melhor cerveja caseira
Muito difícil indicar apenas uma. Fico com a GRIMOR Nº3, que me encantou desde seu lançamento.

Melhor cerveja de 2011 (aqui ou lá fora)
Minha indicação é a Colorado Vixnu, que demonstrou que é possível melhorar o que já era ótimo (comparada à Colorado Índica).

Novidade do ano
Finalmente temos a Samuel Adams no Brasil.

Melhor fato cervejeiro
Reconhecimento internacional, inclusive com premiações, de várias cervejas e cervejarias brasileiras

Pior fato cervejeiro
Não inclusão das microcervejarias no Simples Nacional.

Tags: