Paladar

Melhores de 2011, parte 11: Luiz Fernando Pacheco

09 janeiro 2012 | 22:39 por Roberto Fonseca

Luiz Fernando Pacheco (Foto: Arquivo pessoal)

Veja os votos de Luiz Fernando Pacheco, sócio do Saaz Bier Bar, em Curitiba (PR):

Melhor lager nacional
Wäls Bohemian Pilsen, imbatível com seu aroma de Saaz.

Ficou com água na boca?

Melhor ale nacional
Wee Heavy da Bodebrown, uma cerveja rica em sabores, bem equilibrada no corpo e no álcool!!

Melhor lager importada para o Brasil
Harviestoun Schiehallion. Se todas as pilseners fossem iguais a você, que maravilha viver!! (nota do blog: o Ratebeer.com classifica a cerveja como Premium Lager e o Beeradvocate.com, como Euro Pale Lager).

Melhor ale importada para o Brasil
Brooklyn Black Ops. Esta cerveja não existe, mas se existisse seria a minha escolhida para todo fim de noite.

Melhor cerveja caseira
Brasserie Montfort Double Cascadiam: uma parceria Brasil/Canadá com muito lúpulo fresco argentino!!!

Melhor cerveja de 2011 (aqui ou lá fora)
Brooklyn Sorachi Ace, uma saison espetacular com uma relação custo-benefício imbatível, a melhor cerveja que tomei este ano. A cerveja perfeita para se tomar com uma companhia perfeita!

Novidade do ano
A consolidação dos cursos de beer sommelier no Brasil, uma forma de finalmente propagar corretamente a cultura cervejeira a um público crescente e carente de boas fontes de informação.

Melhor fato cervejeiro
O sucesso dos eventos cervejeiros por todo o país!! Festas com 1, 2, 3 mil pessoas atrás de novidades e sabores diferentes!

Pior fato cervejeiro
A perda de dois grandes cervejeiros, Rupprecht Loeffler e Theo Dimitriou, que ousaram sair da cerveja comum quando muitos de nós ainda estávamos na mamadeira!!

Tags: