Paladar

Melhores de 2011, parte 16: José Felipe e Thiago Carneiro

12 janeiro 2012 | 14:49 por Roberto Fonseca

Thiago e José Felipe Carneiro (Foto: Arquivo pessoal)

Veja os votos de Thiago e José Felipe Carneiro, da Wäls, de Belo Horizonte (MG):

Melhor lager nacional
Wäls Bohemian Pílsen. Desde quando ela foi lançada, criou-se uma certa ousadia em não ter medo de se colocar lúpulo numa cerveja. Muitos seguiram o caminho e, cada dia mais, novas cervejas estão ousando.

Melhor ale nacional
Wäls Brut. Não há como não ser fã da nossa própria cria. A Wäls Brut foi desenvolvida com muito estudo e dedicação. É uma cerveja que nos deu a oportunidade de acreditar num sonho. Ainda estamos aprendendo cada dia mais.

Melhor lager importada para o Brasil
Harviestoun Schiehallion. Sou fã dos aromas desta cerveja, é uma Lager que compõe tudo que agrada o meu paladar, é uma viagem em aromas herbais e florais.

Melhor ale importada para o Brasil
Rochefort 10. Tenho certa paixão por esta cerveja, que é a minha preferida dentre todas. Ela, de certa forma, representa grande parte da minha paixão pela cerveja belga. Por enquanto, com meu atual conhecimento cervejeiro, não tão breve ousaria fazer algo parecido. É uma verdadeira obra-prima.

Melhor cerveja caseira
Dum Petroleum.  Experimentei fantásticas cervejas caseiras, que me surpreenderam de várias formas. Estilos ousados, complexidade e métodos de produção complexos. Faria aqui uma lista com mais 10 que me chamaram atenção, no mínimo. Mas a Petroleum é uma cerveja que se destacou, mantenho em minha casa um pequeno estoque.

Melhor cerveja de 2011 (aqui ou lá fora)
8S. A iniciativa da Way de fazer uma cerveja com tantos outros bons cervejeiros só poderia ter criado a melhor cerveja de 2011. Não só pelo estilo inédito produzido aqui no Brasil, mas pelo conceito com que a cerveja foi projetada. Incrível.

Novidade do ano
Wäls Brut. ‘É marmelada!!’, muitos podem dizer, mas sou obrigado novamente a sentir muito orgulho da Brut. Realizamos in loco (aqui na cervejaria) todo o processo de produção conhecido como Champenoise (rémuage, dégorgement e envase). Isso é demais!!!!

Melhor fato cervejeiro
Beer Experience em SP. A maior metrópole do país, mesmo num dia de temporal, se rendeu ao encanto das cervejas artesanais. Nada mais segura este movimento se esta linda festa ficar ainda maior!

Pior fato cervejeiro
O falecimento de Theo Dimitriou (Krug Bier) em 1/2/2011, amigo que foi um dos fundadores do movimento cervejeiro no Brasil. Ele não mediu esforços e acreditou num mercado virgem, sendo a primeira microcervejaria de Belo Horizonte e uma das primeiras do País. Muito obrigado, Theo!

Tags: