Paladar

Melhores de 2011, parte 3: Marcelo Vesoloski e Gabriela Benedini

04 janeiro 2012 | 15:41 por Roberto Fonseca

Gabriela Banedini e Marcelo Vesoloski (Foto: Arquivo pessoal)

Confira os votos de Marcelo Vesoloski e Gabriela Benedini, proprietários do bar/loja Empório Biergarten, de Ribeirão Preto (SP):

Melhor lager nacional
A imbatível Wäls Bohemian Pilsner. A cervejaria mineira se esmera em fazer uma receita que remete ao que realmente se espera de uma bohemian pilsner de verdade.

Melhor ale nacional
Backer 3 Lobos Imperial Porter maturada na amburana. Grata surpresa por deixar a madeira tão evidente.

Melhor lager importada para o Brasil
Pilsner Urquell na cabeça! Não tem como fugir da mãe das pilsens.

Melhor ale importada para o Brasil
Brooklyn Black Ops. Excepcional a densidade da cerveja, com o bourbon tão bem inserido em seu sabor. Essa é pra dividir com grandes amigos.

Melhor cerveja caseira
Petroleum, da Cervejaria Dum, de Curitiba (PR). Como nos disse o próprio Felipe (Luiz Felipe Camargo Araújo. um dos responsáveis pela produção), ela cobra cada gole: densa, toffee evidente, excepcional.

Melhor cerveja de 2011 (aqui ou lá fora)
Westvleteren Blond, degustada na Bélgica (uma das 170 cervejas que tomamos por lá, no nosso delicioso Beer Tour). Todo mundo fala da Westvleteren 12, mas temos uma predileção pela blond: carbonatada, intensa, com especiarias que “explodem” na boca.

Novidade do ano
Uma grande variedade de bares especializados e três cervejarias em Ribeirão Preto! Conhecida como a cidade do chope, graças ao famoso Pinguim, agora nos tornamos referência mais forte em cervejas de qualidade: Colorado, com anos de estrada, Lund e Invicta estão aí pra nos orgulhar da terrinha! (E pode ser que venha mais uma aí em breve!)

Melhor fato cervejeiro
A profissionalização das cervejarias e a diversificação de importadoras. Enquanto tem gente ainda parada no tempo, outros dão show de profissionalismo, o que nos anima muito e nos faz acreditar no mercado cervejeiro.

Pior fato cervejeiro
Cada vez mais em voga, as cervejas especiais se tornam alvo de oportunistas. Muitas cervejarias estão surgindo somente para aproveitar a ¨onda¨, sem muito interesse em produzir com qualidade. Importadoras vêm e vão, trazendo cervejas uma única vez, pela dificuldade de criar um mercado para elas. Sem falar nas publicações de pseudo-entendedores, que muitas vezes, ao invés de incentivarem, estragam o mercado.

Tags: