Paladar

Melhores de 2011, parte 54: Sady Homrich

31 janeiro 2012 | 12:09 por Roberto Fonseca

Sady Homrich (Foto: Arquivo pessoal)

Veja os votos de Sady Homrich, baterista do Nenhum de Nós e degustador cervejeiro, do Rio Grande do Sul (RS):

Melhor lager nacional
Gostei tanto da Bamberg Camila, Camila que não vou omitir meu voto só porque sou um dos autores da canção homenageada. Quem me conhece sabe que esse é um dos meus estilos favoritos. E a cerveja está perfeita!

Ficou com água na boca?

Melhor ale nacional
DaDo Bier Double Chocolate. Alem de ter sido muito bem projetada e executada envolvendo várias partes – Eduardo Bier, Ricardo Rosa, Mauro Nogueira e Chocolates Kopenhagen -, virou uma bandeira para a luta pela adequação da legislação cervejeira no país!

Melhor lager importada para o Brasil
Brooklyn Lager. Dentre outras…

Melhor ale importada para o Brasil
Brewdog Punk IPA

Melhor cerveja caseira
Dama da Noite Barley Wine (produzida por Fabio Laux, da Maldonado’s Beer, de Camaquã/RS); vencedora do VI Concurso Nacional das Acervas em Florianópolis.

Melhor cerveja de 2011 (aqui ou lá fora)
Bodebrown Wee Heavy. Estou só concordando com o júri do Mondial de la Biere…

Novidade do ano
Seasons Green Cow IPA

Melhor fato cervejeiro
Projeto “Beba menos, Beba melhor”, lançado pela Cervejaria Abadessa, em parceria com os colegas da Falke (MG), Bamberg (SP) e Colorado (SP).

Pior fato cervejeiro
A compra da Schincariol pela ”japonesa” Kirin.

Tags: