Paladar

Melhores de 2012, parte 54: Fabrício Santos

25 janeiro 2013 | 14:30 por Roberto Fonseca

Foto: Arquivo pessoal

Fabrício Santos, dono do blog Fullpintbr, de Ribeirão Preto (SP):

1) MELHOR ALE NACIONAL

Ficou com água na boca?

Way Beer double APA. Me surpreendi muito com essa maravilha! Uma brasileira autenticamente americana. A versão em barril estava melhor, mas isto é normal, com os insumos prejudicados da forma como são disponibilizados no Brasil. Cervejeiro aqui é mágico!

2) MELHOR LAGER NACIONAL

Eisenbahn 10 anos. Doppelbock surpreendentemente clara e com forte teor alcoólico. Chips de carvalho utilizados na maturação deixaram a cerveja inigualável. Harmonizá-lá com brie e mel em favas é uma experiência que lembrarei pro resto da vida. Comprei várias e guardei, quero ver o que o tempo fará com ela, bebendo uma por ano.

3) MELHOR ALE IMPORTADA

A Mikkeller Funky e-star seria minha escolha aqui, mas agora, já no finzinho de 2012, chegou na minha taça a Duchesse de Bourgogne, que merece (com o coração partido por não ser a Duvel Tripel Hop) meu voto. Não só a cerveja é perfeita como também o tratamento que a importadora deu a ela é algo nunca antes visto por aqui. Basta verem o contra-rótulo da garrafa de 750ml. que está em português perfeito, com todas as informações e “silkado”, não apenas um etiqueta colada ao lado do rótulo. Parabéns!

4) MELHOR LAGER IMPORTADA

Esta resposta foi difícil de dar, me toquei que bebi pouquíssimas lagers importadas… Fico com a Draft Bear da Mikkeller, uma strong pale lager conhecida também como imperial pilsner, que não serve para matar a sede, mas sim pra calar a boca dos que falam mal de pilsners. OK, algumas pilsners merecem umas “pancadinhas” às vezes.

5) MELHOR CHOPE

Chope bom é chope fresco. Aqui em Ribeirão Preto estou cercado de cervejarias excelentes e fiquei muito feliz em provar a witbier da Cervejaria Invicta, feita para a banda de rock Velhas Virgens, antes de ir pra garrafa. Digno de ser servido assim em todo o País. Aguardemos ansiosos.

6) MELHOR BAR CERVEJEIRO

Em 2012 conheci o Bar Brejas e gostei muito! Maurício e cia. cuidam muito bem de lá! Cardápio harmonizado, funcionários bem treinados. Espero que logo comecem a expandir para além dos muros campineiros.

7) MELHOR CERVEJA CASEIRA

3 perdidos Último Czar. Russian Imperial Stout dos amigos cariocas executada com maestria. Não provei muitas caseiras boas em 2012, mas esta teve grande destaque pra mim.

8) MELHOR CERVEJA DO ANO, AQUI OU LÁ FORA

Puxa, esta é complicada. Teria fácil 10 rótulos pra falar horas sobre aqui. Na nossa confraria cervejeira (ConfraBacon), bebemos muita coisa boa e, dentre elas, fizemos uma degustação vertical (2006 a 2009) com Three Floyds Dark Lord. Fico com a 2008, que mais me agradou dentre as quatro.

9) RÓTULO MAIS BONITO DO ANO

Qualquer rótulo da Southern Tier. Não são só MUITO bonitos como também funcionais! Temperatura correta, tipo de copo, além da receita praticamente toda, constam nos contra-rótulos. Quando o Rodrigo da Cervejaria Invicta me pediu ajuda com seus contra-rótulos, busquei inspiração nos das garrafas desta americana de Nova York. São excelentes (assim como suas cervejas).

10) NOVIDADE DO ANO

A primeira cooperativa cervejeira no Brasil, Inconfidentes, que surgiu da união das caseiras mineiras Grimor, Jambreiro e Vinil. Aguardo com água na boca o resultado desta maravilhosa empreitada.

11) MELHOR FATO CERVEJEIRO

A importação oficial e em massa de cervejas que jamais imaginaria encontrar por aqui: Mikkeller, Founders, De Molen, Sixpoint, além das garrafas de 1,5 (ou 3, ou 6) litros de grandes belgas! Este ano de 2012 foi muito positivo para a abertura do mercado. Só poderiam terem tido valores mais em conta, mas tudo tem seu preço e, com a quantidade de valor agregado que estas maravilhas têm, a conta tem de fechar. Uma pena que fechem no bolso do consumidor.

12) PIOR FATO CERVEJEIRO

Sei que serei repetitivo, mas a mania que alguns do meio cervejeiro têm em “tapar o sol com a peneira”, ouvindo e lendo só aquilo que lhes faz bem pro ego e simplesmente ignorando o consumidor que critica, é suicídio! O consumidor está ficando exigente (até por questão do meu destaque do melhor fato do ano acima) e aprendendo a beber excelentes cervejas. Tratem de colocar alguma humildade nessas cabeças duras e preservem seu maior bem, o consumidor do seu produto!

Tags: