Paladar

Melhores de 2012, parte 94: Rodrigo Camargos

07 fevereiro 2013 | 21:00 por Roberto Fonseca

Foto: Arquivo pessoal

Rodrigo Camargos, presidente da Acerva Potiguar e primo do Marco Falcone (da mineira Falke Bier), de Natal (RN):

1) MELHOR ALE NACIONAL

Ficou com água na boca?

Falke Tripel Monasterium. Até hoje a considero a melhor ale produzida no Brasil. Tenho meus motivos, para mim a Monasterium é uma cerveja acima de tudo inspiradora, pois, em virtude da mesma, fui impulsionado a estudar muito sobre cerveja, degustar várias outras, criar uma Acerva no RN, fazer cursos de iniciação aos neófitos, abrir um negócio no ramo de distribuição das cervejas, ou seja, tenho um carinho especial por ela, pois ela mudou minha vida e fez com que eu pudesse influenciar outras.

2) MELHOR LAGER NACIONAL

Bamberg Schwarzbier, eleita a melhor cerveja lager do mundo em competições recentes, e não foi à toa.

3) MELHOR ALE IMPORTADA

Estrella Damm Inedit. Cerveja que costumo apelidar de coringa, pois quase sempre a utilizo em iniciações à cultura cervejeira. Dificilmente encontra rejeição, o que para nós, batalhadores por novos adeptos, é excelente. Extremamente saborosa, de coloração atrativa e “brilhante”, aroma riquíssimo, notas cítricas e retrogosto suave de cravo.

4) MELHOR LAGER IMPORTADA

Samuel Adams Boston Lager. Excelente custo Benefício, representa bem a escola americana e tem um drinkability excelente.

5) MELHOR CHOPE

Bamberg Rauchbier. Para quem gosta do estilo, é uma opção que tem que ser provada antes de o indivíduo vir a falecer. Viva o defumado, viva o bacon! Rsrsrs.

6) MELHOR BAR CERVEJEIRO

Admito que não conheço os “famosos” de São Paulo. Aqui em Natal não temos um bar dedicado a isso que mantenha uma carta fixa de cervejas. Tem-se algo variável que é encontrado nos supermercados e cidades próximas. Por isso, meu voto vai para um bar/restaurante a que fui apenas uma vez, mas que me chamou bastante atenção por todos os detalhes, ornamentação, culinária, clima, aconchego, que é o Rima Dos Sabores. Em João Pessoa (PB), existe o brewpub da Cervejaria Norden, que também vale a visita!

7) MELHOR CERVEJA CASEIRA

pIPA. Uma IPA Produzida em 2012 por um dos associados (Márcio Trigueiro) da ACervA Potiguar. De forma resumida, foi uma cerveja com corpo excelente e amargor equilibrado à graduação alcoólica de 7,5% (aproximadamente).

8) MELHOR CERVEJA DO ANO, AQUI OU LÁ FORA

(resposta dada em conjunto com outro cervejeiro caseiro, Daniel Bernardo Dose)

Petroleum (tanto da DUM como Wäls) e uma IPA do Lagom (não recordo se tem nome). A Petroleum chocou positivamente! Pensava que era mais falatório e marketing do que realmente sabor, corpo, e aroma!

9) RÓTULO MAIS BONITO DO ANO

(resposta dada em conjunto com o publicitário Thiago Marinho, também da Acerva)

DUM Petroleum, um dos mais bacanas que já vi. Pertinente, inovador e impactante. Também curto bastante os da cervejaria Urbana, que são sempre criativos e lúdicos.

10) NOVIDADE DO ANO

A vitória da ACervA Gaúcha para diminuição do impostos foi de se comemorar. Mais ainda foi a criação da cervejaria Inconfidentes, uma cooperação de 3 grupos de cervejeiros mineiros artesanais. Esse pessoal de Minas dá um Show!

11) MELHOR FATO CERVEJEIRO

Integração entre as ACervAs e o MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e, claro, o interesse deste em atualizar a legislação cervejeira. Esperamos, no próximo ano, colocar nesse campo que esta já tem um projeto de lei em tramitação, ou até sonharmos que este já foi aprovado. Entretanto, o que temos acompanhado da consulta pública que está ocorrendo é que eles ainda estão com uma mentalidade muito antiga e retrógrada.

12) PIOR FATO CERVEJEIRO

O tratamento desumano com as cervejarias nacionais. Infelizmente o governo não alcança o quanto pode ser benéfico o crescimento de cervejarias de menor porte e acaba massacrando-as com impostos e burocracias fora de qualquer parâmetro internacional. Outro ponto que nos deixou extremamente surpresos foi a proibição das cervejas caseiras nas competições oficiais pelo MAPA.

Tags: