Paladar

OS MELHORES DE 2009, parte 18

05 janeiro 2010 | 21:00 por Roberto Fonseca

O cervejeiro caseiro Leonardo Botto. Foto: Paulo Pinto/AE - 23/6/2009

Ainda na linha dos “bambas” da cerveja carioca, o homebrewer Leonardo Botto também já se tornou conhecido no meio pelos prêmios recebidos em torneios de receitas caseiras e por ter sido o “pai” da Dama do Lago, uma belgian dark strong ale que ganhou torneio da Eisenbahn e foi produzida em escala comercial em 2008. Além de produtor, Botto também está se tornando um dos mais conhecidos professores da arte de produzir cerveja em casa do País – divide seus conhecimentos em um blog – e, nas (poucas) horas vagas, ainda acalenta o plano de abrir a própria micro. Quem sabe não sai em breve? Veja os votos dele:

1) A ‘top das tops’ de 2009
Difícil dizer, há várias muito boas ou especiais, sendo determinante pra definição o momento, local, companhia etc, como bem falou a Cilene (Saorin, mestre-cervejeira). Enfim, depende, mas, deixando meu amor pelas pílsens falar mais alto, a minha preferida é a Pilsner Urquell (da República Checa), que neste ano deu uma canjinha por aqui.

Ficou com água na boca?

2)Melhor Ale
Strong Suffolk Vintage Ale (da Inglaterra), uma simples e grande cerveja.

3) Melhor lager
Harviestoun Schiehallion (da Escócia). Cada dia sou mais apaixonado por ela.

4) Destaque nacional
Posso citar dois (hehehe)? O primeiro é a Bamberg Rauchbier (de Votorantim), bela rauchbier (cerveja defumada) nacional que se sagrou vice-campeã no European Beer Star 2009, concurso realizado na Alemanha, onde nasceu o estilo. O segundo destaque fica para a Colorado Índica (de Ribeirão Preto), que ano após ano continua maravilhosa, umas das melhores cervejas nacionais.

5) Destaque importado
Fullers Vintage Ale (da Inglaterra)

6) Novidade cervejeira
O incremento nas importações de cervejas de qualidade para o Brasil, bem como a sua disseminação em casas especializadas, bares e restaurantes, que, embora ainda em número menor que o desejado, vem crescendo rapidamente. Neste final de ano tivemos a surpresa da chegada de alguns rótulos norte-americanos, que já aguardávamos há algum tempinho. Ah, e dia 15 de janeiro se completa um ano da produção da Biertruppe Nº 1, barley wine maturada em barris de carvalho, nosso próximo lançamento, que aguarda liberação do rótulo no MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento). Acho que, com boa vontade, em 2010 sairá. Espero…hehehe.

7) Fato cervejeiro
O ano foi farto em fatos cervejeiros. Tivemos o lançamento do movimento Slow Beer, em Belo Horizonte; a excelente Brasil Brau, em São Paulo; diversos encontros estaduais de cervejeiros caseiros; o IV Concurso Nacional de Cervejas Artesanais Caseiras das ACervAs, neste ano no Rio, aproveitando pra comemorar o 3º aniversário da ACervA Carioca; e, por fim, o crescimento das ACervAs, que se espalham por vários Estados e cidades do Brasil, ajudando a difundir a cultura da cerveja, especialmente as caseiras.

8) Pior momento cervejeiro
A grande e injustificável burocracia do MAPA, que atrasa o lançamento de cervejas como a Biertruppe nº 1 e a Colorado Black Rapadura Vintage.