Paladar

OS MELHORES DE 2009, parte 9

25 dezembro 2009 | 17:13 por Roberto Fonseca

Maurício Beltramelli, do Brejas. Foto: Arquivo Pessoal

Um dos responsáveis pelo blog cervejeiro Brejas e pelo bar homònimo em Campinas, Maurício Beltramelli deu ênfase às cervejas belgas (clássicas) ou com inspiração naquele país em seu voto ao blog. E fez justa homenagem ao cervejeiro Tácilo Coutinho, cujo falecimento foi nota triste deste blog em pleno carnaval. Confira:

1) A ‘top das tops’ de 2009
Trappist Rochefort 10. Pra mim, a melhor cerveja que se pode tomar (pelo
menos comprando com nota fiscal… rssss…) no Brasil.

Ficou com água na boca?

2) Melhor ale
Tripel Karmeliet. Entra ano, sai ano, sou fã dos aromas e sabores dessa
breja clássica.

3) Melhor lager
Harviestoun Schiehallion. O que pode parecer aos incautos uma lager premium, esconde uma breja bastante complexa. Pra degustar – e adorar! – com calma e introspecção.

4) Destaque nacional
Wäls Quadruppel, uma Belgian Dark Strong Ale maturada com chips de
carvalho, que por sua vez foram marinados em cachaça mineira. Precisa
dizer mais?

5) Destaque importado
Gouden Carolus Cuvée van de Keiser Rood, belga da Brouwerij Het Anker.
Clássica desde o seu nascimento.

6) Novidade cervejeira
A notícia da chegada das artesanais americanas Flying Dog, Anderson Valley
e, quiçá, Rogue.

7) Fato cervejeiro
Cito dois lançamentos: O guia Larousse da Cerveja (de Ronaldo Morado), e o programa radiofônico “Pão e Cerveja”, da jornalista Fabiana Arreguy (CBN-BH), dois marcos difusores da cultura cervejeira neste país.

8) Pior momento cervejeiro
A morte do cervejeiro Tácilo Coutinho (nota do blog: autor das receitas da cervejaria Wäls, de BH), um gênio intuitivo da arte de fazer cerveja boa.