Paladar

‘Super Trunfo’ cervejeiro vem aí

04 setembro 2010 | 23:24 por Roberto Fonseca
Algumas das cartas (Imagem: reprodução do site www.beercards.be)
Algumas das cartas (Imagem: reprodução do site www.beercards.be)

 

Estava eu reunindo energias, em meio ao árduo processo de cobertura eleitoral, para atualizar o blog, já um tanto empoeirado, quando me deparei, no Twitter, com uma nova versão de um jogo igualmente poeirento (ao menos para mim, que não ouvia falar dele desde a infância): o Super Trunfo. Para quem não conhece – ou prefere dizer que não lembra para esconder a idade -, trata-se de um conjunto de cartas sobre determinado tema (caminhões, carrões, aviões e outros “ões”) em que cada item tem suas características específicas. Joga-se escolhendo uma delas e desafiando o adversário para ver se a dele é maior ou menor que a sua (opa!). Pois agora soube que deve chegar ao Brasil em breve a versão cervejeira do jogo. 

Um dos participantes do "teste" com o jogo confere as cartas (Foto: Paulo Lima)

Um dos participantes do "teste" com o jogo confere as cartas (Foto: Paulo Lima)

Ficou com água na boca?

Uma partida experimental foi disputada há pouco no Empório Alto dos Pinheiros, restaurante e loja cervejeira no bairro homônimo. O jogo, criado e produzido na Bélgica, tem por ora uma série (cervejas belgas), que vem com 36 cartas. Cada uma traz uma cerveja e atributos de ingredientes, como malte e lúpulo, e sensações, como sabor, aroma e equilíbrio. Há quatro cartas chamadas Beerstars, com cervejas destacadas e imbatíveis em relação às demais, e “cartas fantasmas”, cujos dados só se revelam ao se aplicar calor da mão nelas. Cada ficha ainda tem informações das cervejas como temperatura de serviço, harmonizações e tipos de copos adequados.

A empresa responsável pela produção, curiosamente, tem uma filial em Campinas, e prevê o lançamento de séries de outros países, incluindo o Brasil. Imagino, de antemão, que os critérios atribuídos a cada cerveja levantarão discussões entre fãs de uma ou outra marca (embora torça para não chegar ao nível de algumas partidas de truco). Como fã de alguns jogos de mesa (e Calvin de carteirinha, por não raro ter vontade de chutar o tabuleiro em caso de derrotas), fiquei curioso com a notícia. Só espero que o preço não seja uma “facada”, como algumas cervejas que têm aportado por aqui.

EM TEMPO: Soube há pouco que cada baralho deve custar entre R$ 29,90 e R$ 34,90, embora possam aparecer preços mais caros e, um tanto mais raro, mais baratos.  É, em comparação, o dobro do que custa um Super Trunfo normal (em uma loja virtual, cada unidade sai R$ 12,90).

Tags: