Paladar

Luiz Américo Camargo

Eu só queria jantar

Fronteira franco-italiana

22 dezembro 2011 | 15:28 por Luiz Américo Camargo

Publicado no Paladar de 22/12/2011

O Grupo Le Vin, de orientação gastronômica francesa, abriu seu primeiro italiano, o Figurati. O restaurateur Juscelino Pereira, do Piselli e de outros estabelecimentos à italiana, inaugurou (com sócios) seu primeiro francês, o La Cocotte. É curioso que os dois grupos tenham decidido cruzar a fronteira – ainda que em sentidos inversos – no mesmo momento. E no mesmo lugar: ambos estão separados por cem metros de distância, na Rua Ministro Rocha Azevedo.

Figurati. Neste restaurante de ambiente sóbrio, algo nostálgico, o elemento decorativo dominante é uma foto-pôster de Federico Fellini, em momento de reflexão. No que pensava o cineasta no instante do clique? Ou melhor, tornando a pergunta mais momentosa: o gênio de Rimini estaria ali, quase em close, para representar que tipo de Itália?

Ficou com água na boca?

De forma geral, a cucina de inspiração clássica proposta pelo Figurati tem sotaque mais centro-nortista, com umas poucas receitas influenciadas pelo sul. O jovem Frederico Barroso, filho dos donos, é o responsável pela casa, embora o cardápio tenha sido elaborado pelo chef Marcílio Araújo, da rede Le Vin. A propósito, considerando as visitas que fiz, era Araújo quem estava na cozinha no dia em que provei os melhores pratos.

Gostei em especial de três itens, o carpaccio de polvo (R$ 42), equilibrado em textura e sabor; o brasato alla piemontese (R$ 78), com a carne macia e em harmonia com seu molho; e o battuto di manzo all’albese (R$ 58), a carne crua servida com ovo cozido a 61 graus e rösti de batatas. Mas fiquei intrigado com o cozimento excessivo de duas massas, pedidas em dias diferentes, o linguine all’amatriciana (R$ 46) e o tortelli de vitello (R$ 58). E mais ainda com o tiramisù (R$ 23), que estava congelado no centro.

Por fim, um alerta. É difícil parar o carro por ali. O valet fica exatamente na esquina com a Alameda Lorena.

Por que este restaurante?
Porque é uma novidade.

Vale?
A conta, sem vinho, para uma refeição da entrada à sobremesa, chega fácil aos R$ 150. Achei salgado.

La Cocotte. O restaurante funciona num imóvel agradável, com mesas confortáveis e talheres bonitos. Os funcionários são bem informados e, do barman aos garçons que cruzam com você no salão, todos sorriem e dão “boa tarde” ou “boa noite”. Como nas outras casas de Juscelino Pereira, a cordialidade dá o tom.

O chef Fred Frank, sócio e responsável pelo cardápio, apresenta uma seleção de standards da cuisine, várias com perfil de bistrô (muitas delas servidas em cocottes, as panelinhas que dão nome ao lugar). No papel, a lista é muito atraente. Porém, o resultado é tímido de sabor.

E essa pouca expressividade ficou mais evidente em entradas como o steak tartare “do Nando” (R$ 42) e o ovo pochê (R$ 29) com salada e pancetta. E em pratos como la cocotte de la mer (R$ 68), com exíguos pedaços de salmão, lula, polvo e camarão. O item mais interessante: o duo d’agneau (R$ 62), paleta e carré de cordeiro com legumes grelhados. Das sobremesas, mil-folhas e crème brulée só medianos. É pouco, convenhamos.

Numa das visitas, fiquei numa mesa com sofá e reparei nos livros que decoram o ambiente. Atrás de mim, entre títulos díspares como volumes de O Tesouro da Juventude e a biografia de João Paulo II, havia uma edição antiga da Cuisine Du Marché, com um jovem Paul Bocuse na capa. Seria alucinação, ou ele parecia olhar para o meu prato, balançar a cabeça e dizer “pas bon… pas mal…”? Se ele me desse um instante mais de conversa, eu bem perguntaria: “Chef, où est le gôut?”

Por que este restaurante?
Porque é uma novidade.

Vale?
Sem vinho, a conta fica bem acima dos R$ 100. No momento, não é um bom custo-benefício.

 

Figurati
Al. Ministro Rocha Azevedo, 1.041, Jardim Paulista, 3062-4198. 12h/15h30 e 19h/0h (6ª até 1h; sáb., 12h/1h; dom., 12h/23h; fer., 12h/0h). Cc: todos

La Cocotte
Al. Ministro Rocha Azevedo, 1.153, Jardim Paulista. 3064-1153. 12h/16h
e 19h/0h (6ª, até 1h; sáb., 12h/1h; fecha dom.). Cc: todos