Paladar

Luiz Américo Camargo

Eu só queria jantar

The Doors

05 setembro 2009 | 01:17 por Luiz Américo Camargo

Interessante. Em duas experiências recentes – no Dui e no Anita – as pessoas mais gentis da casa foram os porteiros. Não que os outros funcionários não tenham sido cordiais. Mas os mais sinceros “boa noite” e “volte sempre” ficaram por conta dos ‘doorkeepers’. No Dui, o funcionário chegou a me perguntar, com genuíno interesse: “Como foi? O senhor comeu mesmo bem?”.

Espero que eles entrem também no rachuncho das gorjetas. Merecem tanto ou mais do que a turma do salão.