Paladar

Luiz Horta

Paradise lost

13 abril 2009 | 23:24 por Luiz Horta

Não sei analisar profundamente isto. Mas dois artigos devastadores, publicados quase em série, sobre os vinhos australianos, um por Jancis Robinson no FT (e reproduzido no site dela) e outro por Andrew Jefford (igualmente reproduzido em JR.com) parecem determinar o fim do longo casamento da crítica inglesa com os vinhos da terra das sombras iguais (eu inventei este nome para a mesmidade dos vinhos australianos, exceção de uns Sémillons Tyrrel e umas poucas garrafinhas mais que provei).

Acho que é uma boa ntícia para a Argentina e, por tabela, Chile, que são nossas Austrálias regionais. A Argentina, que já é o quinto produtor mundial de vinhos e cuja qualidade, mesmo que com certa monotonia, não deixou de crescer, deve ser o substituto natural para os combalidos australianos no mundo dos vinhos de bom preço.