Paladar

O Cachacier

Tudo sobre cachaça, por Mauricio Maia

Vem aí a Cúpula da Cachaça 2017!

Encontros discutem os rumos da bebida nacional

03 janeiro 2017 | 15:18 por Mauricio Maia

O ano de 2017 já começa em velocidade total para o mercado da cachaça. Além de diversos cursos marcados pelo Brasil, há o encontro de cachaciers na fazenda-escola Cana Brasil, em Itaverava (MG), já em meados de janeiro. Neste encontro, todos os alunos formados pela escola se reúnem para discutir os rumos da profissão e outros assuntos pertinentes ao mercado da branquinha, com mesas redondas, debates e palestras.

O mês segue com a realização da V Cúpula da Cachaça, com parceria e cobertura exclusiva do Paladar. De 27 a 29 de janeiro, diversos temas pertinentes à bebida nacional serão discutidos em profundidade pelos membros do grupo – ou “cúpulos”, como os treze integrantes se auto-entitulam e do qual tenho muito orgulho em fazer parte.

Como todos os anos, os “cúpulos” se reúnem na Cachaçaria Macaúva, em Analândia (SP), para discutir assuntos que foram pré-selecionados e o que mais surgir ao longo dos sempre intensos e frutíferos debates em torno do universo cachaceiro.

Ficou com água na boca?

Além disso, este ano, a Cúpula terá, pela primeira vez, uma grande mesa de discussão formada por diferentes convidados. A ideia é ampliar e envolver mais pessoas do mercado no debate sobre os temas importantes para a bebida. Essa mesa será realizada no dia 28 (sábado), à tarde; os nomes dos convidados serão anunciados em meados deste mês.

Logo do 5º encontro da Cúpula da Cachaça

Logo do 5º encontro da Cúpula da Cachaça – parceria e cobertura exclusiva do Paladar. FOTO: Mauricio Maia/arquivo pessoal

A Cúpula da Cachaça surgiu em 2012 com a missão de valorizar a bebida, um patrimônio brasileiro, e de ajudá-la a conquistar o mundo. Tudo começou com um encontro marcado: um grupo de amigos, especialistas em cachaça que se encontravam em eventos Brasil afora, planejaram uma reunião em que pudessem debater, com a devida calma, os diversos temas pertinentes à bebida nacional brasileira.

“A riqueza dos debates da Cúpula vem, claro, da experiência de décadas dos integrantes do grupo. Mas, sobretudo, de uma coisa que a gente preza muito, que é a diversidade de formações e visões. Até nisso a gente está afinado com o universo da cachaça”, diz o presidente da Cúpula, Milton Lima, se referindo à variedade de sabores do destilado nacional brasileiro.

Para sua quinta edição, o evento já definiu oito temas de interesse geral que entrarão em discussão em mesas específicas. Entre eles estão: 1. Imagem da cachaça, como trabalhar? A consolidação de uma cultura; 2. Novas regras para o envelhecimento da cachaça; e 3. Cachaça industrial x artesanal: disputa ou complementariedade? A programação completa será publicada nos próximos dias.

A Cúpula também elege nesse encontro o seu presidente, que ficará no cargo até 2019, tendo o desafio duplo de substituir o presidente pioneiro, Milton Lima, e de comandar o III Ranking Cúpula da Cachaça, o maior e mais abrangente do setor, a partir do segundo semestre de 2017.

Em tempo: a Cachaçaria Macaúva, sede da Cúpula, estará aberta com sua carta premiada de cachaças e com programação especial durante todas as noites da Cúpula. Os 13 profissionais de diversas áreas que integram o grupo estarão presentes, confraternizando e trocando ideias com todos aqueles que quiserem visitar a sede do evento.

Saiba mais sobre a Cúpula e quem são os cúpulos aqui.

Saúde!

Tags: