Paladar

Alho delicado

30 junho 2007 | 18:25 por Jamil Chade

Uma dica preciosa para quem tem problemas com o alho, os que ficam “conversando” com ele depois das refeições.

Na primeira manhã do estágio que fiz há um bom tempo numa das melhores cozinhas do mundo, a dos Troisgros, em Roanne, na França, fiquei intrigado com o trabalho de um jovem cozinheiro sentado ao lado de um balde cheio de dentes de alho.

O cozinheiro estava cortando os dentes na vertical e tirando o “germe”, que fica no centro de cada dente.

Ficou com água na boca?

Mais tarde, conversando com o grande Pierre Troisgros, perguntei a razão de tal procedimento e recebi uma dica que vem me acompanhando até hoje: sem o germe, o alho fica muito mais leve e mais fácil de digerir.

Pode-se comer uma boa quantidade sem ficar “conversando com ele” durante muito tempo. Depois disso, os meus filés ao alho e óleo melhoraram muito, ficaram muito mais atraentes e leves.

Tirar esse germe é simples. Ele é bem visível e fica no centro de cada dente. Corte o dente na vertical com uma pequena faca, retire e descarte o centro, que sai facilmente.