Paladar

Chez Saul – Sophia Bistrot

02 julho 2008 | 13:12 por Jamil Chade

No Sophia Bistrot, um cozinha caprichada, mais calcada nas tradições franco-italianas, sem grandes rasgos de originalidade, mas com alguns toques pessoais muito bem colocados da jovem chef Fabiana Cesana, que vem mantendo o nível há algum tempo.

O ambiente ajuda. Fachada mais do que discreta. Na entrada, gostoso e confortável ambiente para o aperitivo, o pequeno bar e, depois de uma cortina de tecido rosa meio transparente, o pequeno salão claro, com mesas bem espaçadas e cadeiras confortáveis. Cozinha praticamente à vista dos clientes, protegida por uma cortina bem clara. Alguns cuidados com os detalhes evidentes, como pratos bonitos e adequados para as receitas e os ótimos pães franceses artesanais, que mereciam uma manteiga melhor e não dura e gelada.

Fabiana e o seu auxiliar costumam conversar e sugerir pratos para os clientes. A conversa com foi preciosa, pois ele informou que o confit de pato havia sido feito no dia e estava no auge. Foi, de longe, o melhor prato da noite. Coxa do pato em conserva na gordura muito saborosa, úmida no interior e com a pele mais do que crocante, lembrando a pururuca de uma leitoa assada bem feita. Para acompanhar, um refogado de champignons e purê de batata (R$ 52). Já pagaria a visita.

Ficou com água na boca?

Steak tartare, razoável, bonitinho, mas com pouco gosto, bem comportado demais. Rosadinho, com ótima textura (carne picada e não moída, R$ 32). Ótimas as batatas que o acompanharam. Completando os pratos principais, muito bom o ravióli de mandioquinha com ragu de pato e mini-agrião. Massa delicada, fina e bom contraste do doce do recheio de mandioquinha com o salgado do pato desfiado.

Pedido como entrada (meia porção), agradou o paladar do risoto de camarão com ervilhas (bem cremoso, quase no ponto, com o camarão combinando com o paladar adocicado dae ervilhas, R$ 42). Correto os camarões refogados no azeite com erva e chipz de chorizo (durinhos e boa combinação com o salgado do chorizo, R$ 29). Terminando pelo começo, ótimo creme de cogumelos com azeite perfumado pelas trufas (R$ 21).

Carta de vinhos fraca, muito aquém da cozinha. Serviço simpático. Não deu para avaliar a eficiência porque a casa não estava completa no dia da visita.

Onde: R. da Consolação, 3368, Jd. Paulista, 3081-7698 (60 lug.).
Quando: 12h/15h e 19h30/1h (sáb., 12/16h e 20h/1h. Fecha dom.).
Quanto: couv.: R$ 9,50.Cc.: D.M e V. Manob.: R$ 10.