Paladar

Um colosso …

08 janeiro 2008 | 13:09 por Jamil Chade

Ana Hickman é o máximo. Além de linda, inteligente ela aprecia uma boa mesa e tem extremo bom gosto. Dizer que ela emudece as conversas por onde passa é digno do conselheiro Acácio. Sua simpatia, beleza estonteante e rapidez de raciocínio ficam evidentes em suas aparições públicas e programas de televisão.

Para completar, ela também tem paladar apurado e come com prazer e aprecia bons vinhos, como pude verificar em duas vezes que a vi no restaurante a Figueira Rubaiyat. Nessas ocasiões, na escolha dos vinho ela foi muito além dos clichês, das opções das estrelas e novos ricos, como os grandes franceses, italianos, etc.

Há algum tempo, na mesa vizinha à minha, ela provou um delicioso tinto australiano, o Penfolds Bin 389, que normalmente é uma delícia, um corte da Shiraz com Cabernet Sauvignon, que muitos chamam de “Grange dos pobres”. A propósito, o Grange é uma lenda australiana, um Shiraz que é um dos melhores do mundo. Nunca tomei nenhum que não tivesse sido espetacular.

Ficou com água na boca?

Mais recentemente, ela escolheu um Post- Scriptum 2005, um tinto da denominação Douro, fruto de uma associação de dois grandes nomes do vinho: Bruno Pratts, durante muito tempo proprietário do excelente Cos d´Estournel, um dos grandes de Saint-Estéphe, Bordeaux e a família Symington, produtora de Portos de primeira linha. Essa união nasceu com a intenção de produzir tintos aproveitando as técnicas bordalesas e as ótimas uvas de vinhas velhas do Alto Douro.

Desta vez, aproveitei a linda dica e pedi ao sommelier Fabiano um vinho igual. E me dei bem, pois ele estava gostoso, embora um pouco novo, pedindo mais tempo na garrafa. Aroma ótimo, intenso, com bom equilíbrio entre as frutas e a madeira. Na boca, encorpado, concentrado, ainda um pouco agressivo, com bastante acidez. Com o churrasco ficou mais “manso”. Um vinho gostoso (88/100 pontos).Trata se uma espécie de “segundo vinho”, da vinícola. Na próxima, espero que Ana Hickman fique com o Chriseia, o “primeiro vinho” dessa associação, que é mesmo especial. Ela merece até mais do que isso.