Paladar

Bebida

Bebida

Ambev compra a cervejaria Wäls

A premiada cervejaria mineira Wäls foi comprada pela Ambev. Desde o início das movimentações da Bohemia em direção ao mercado de cervejas especiais – com o lançamento da Bohemia Reserva, da Jabutiba, da Bela Rosa e da Caá-Yari -, especula-se qual seria a primeira cervejaria artesanal brasileira a entrar para o grupo (que tem, no cenário internacional, com AB-Inbev, seguido um ritmo sistemático de compra de cervejarias artesanais nos Estados Unidos).

10 fevereiro 2015 | 10:15 por heloisalupinacci

Wäls ganhou medalha de outro na World Beer Cup de 2014. FOTO: Divulgação

A mineira Wäls, dos irmãos José Felipe e Thiago Pedras Carneiro, está num ótimo momento: ganhou no ano passado um ouro e uma prata na World Beer Cup (por sua dubbel e sua quadrupel) e está em vias de inaugurar sua cervejaria em solo norte-americano, a Novo Brasil. Tecnicamente, a Ambev comprou uma participação acionária da cervejaria.

Com a movimentação, a Wäls associa-se à Bohemia, que é, no Brasil, a marca de cervejas especiais da Ambev. A primeira cerveja produzida pelos cervejeiros mineiros na Bohemia é a Saison d’Alliance, uma saison com sálvia, gengibre e hortelã. A levedura, original da região da Valônia, interior da Bélgica, é a mesma utilizada na produção da marca Leffe. Estão sendo produzidos 2 mil litros. Elas chegarão ao mercado em garrafas de 375 ml e serão arrolhadas (como a Petroleum e a Dubbel, da Wäls, por exemplo). A cerveja será apresentada no Festival Brasileiro da Cerveja.

Se a associação trouxer o melhor dos dois mundos – a criatividade e ousadia dos cervejeiros mineiros e o controle de qualidade e acesso a insumos do mundo inteiro da multinacional -, ganha o bebedor.

Ficou com água na boca?

Ficou com água na boca?