Paladar

Bebida

Bebida

Brasileiro fica sócio de vinícola na Borgonha

A empresa Lima Smith Lda., comandada pelo brasileiro Marcelo Lima e pelo britânico Tony Smith (que vivia no Brasil), se tornou sócia da tradicional vinícola borgonhesa Maison Champy. A dupla deu o primeiro passo na produção de vinhos em 2011, quando comprou a Quinta da Covela, no Minho, Portugal. Em 2013 comprou mais duas propriedades portuguesas, no Douro, a Quinta das Tecedeiras e a Quinta da Boavista. Os vinhos da Covela já estão no mercado (importados pela Magnum) e os primeiros do Douro foram lançados no mês passado.

23 julho 2014 | 20:02 por marcelmiwa

A Maison Champy possui 28,5 hectares de vinhedos cultivados segundo preceitos da biodinâmica e concentrados na Côte de Beaune. O controlador da Maison Champy é Pierre Beuchet, também principal acionista da D.I.V.A., uma das maiores redes internacionais de distribuição de vinhos. A sociedade também tem como objetivo ganhar abertura internacional para os vinhos portugueses produzidos pela Lima Smith Lda.

>> Veja a íntegra da edição do Paladar de 24/7/2014

Ficou com água na boca?