Paladar

Bebida

Bebida

Cafezinho e causos

A hospitalidade do café está no cheiro: corre longe e convida a uma conversa. Ana Rita Suassuna é boa de histórias, e Ensei Neto, de café. A junção das habilidades na aula Café Sertanejo: Degustação Histórica produziu cafés de pedra (posta quente na água), donzelo (primeiro café feito após a torra do dia) e cabeludo (preparado com um tição somado à mistura de pó e água), além de histórias sobre cada um dos métodos. Ana Rita Suassuna tira o donzelo, café da 1ª torra. FOTO: Daniel Teixeira/Estadão

09 maio 2013 | 04:36 por redacaopaladar

Isabela Raposeiras também conhece métodos: de como preparar cafés profissionais em casa e de como os restaurantes devem (e não devem) tratar a bebida antes de entregá-la aos clientes.

Nos dias de programação, os grãos não se bastaram na xícara. Ensei Neto e Maurício Maia arranjaram o casamento por afinidade regional deles com a cachaça. Deu certo. E as doses que derrubam muitos foram equilibradas com as que acordam e acolhem um monte de gente. Sem cerimônia.

>> Veja todas as notícias da edição do Paladar de 9/5/2013

Ficou com água na boca?