Paladar

Bebida

Bebida

Cerveja brasileira agora com cevada nacional

Quem presta atenção a detalhes verá que as garrafas de Colorado Cauim ganharam tampas verdes ou amarelas. As cores revelam a bandeira da valorização do ingrediente nacional. Essa é a primeira leva da cerveja feita com cevada brasileira.

01 outubro 2014 | 19:46 por heloisalupinacci

A maior parte das cervejas brasileiras especiais leva malte alemão, tido como de melhor qualidade. A maior parte da produção brasileira é absorvida pela indústria, que consome uma quantidade imensa da matéria-prima.

Adaptada. A cevada é original de lugares frios. No Brasil, é produzida no Paraná, que abastece, há anos, a indústria. FOTO: Divulgação

Há um movimento claro de busca por insumos nacionais: a Seasons, de Porto Alegre, a Baden Baden, de Campos do Jordão, fizeram cervejas com lúpulo brasileiro. Agora, a Colorado levanta a bandeira da cevada brasileira. E assim a cerveja artesanal brasileira vai ficando cada vez mais brasileira de fato.

Ficou com água na boca?

“A Cauim foi a primeira cerveja brasileira registrada a ser feita de maneira regular com a adição de mandioca. Depois dos índios viemos nós”, diz Marcelo Carneiro, presidente da Colorado. Agora a cervejaria dá um passo além, e, com a Cooperativa Agrária, em Guarapuava, no Paraná, inicia essa campanha pela valorização da cevada nacional.

Por enquanto, só o malte pilsen pode ser substituído. “Ainda não dá para substituir maltes tostados. Nossas maltarias foram projetadas para produzir bateladas de malte pilsen para a grande indústria.” Com o eventual aumento de procura, quem sabe não seja criado espaço para maltarias especiais que fornecem para pequenas cervejarias?

>>Veja a íntegra da edição do Paladar de 2/10/2014

Ficou com água na boca?