Paladar

Bebida

Bebida

Curso ensina a identificar defeitos em cervejas

Aulas de análise sensorial mostram como identificar e evitar defeitos durante a produção da bebida

17 fevereiro 2016 | 13:47 por Redação Paladar

Um bom degustador sabe identificar e analisar sabores e aromas das bebidas. Mas também precisa saber reconhecer os defeitos sensoriais do que está provando.  

Pensando em degustadores, cervejeiros e apreciadores da bebida em geral, o Instituto da Cerveja Brasil oferece um curso de análise sensorial e identificação dos off-flavours, os defeitos sensorias. Os alunos irão aprender, na prática, a reconhecer os problemas de aroma e sabor das cervejas (cheiro de pipoca, de papelão molhado e gosto metálico são alguns exemplos), além de saber suas causas e como evitá-los ou eliminá-los no processo de produção (fabricação, envase e armazenamento).

Também serão ensinadas teoria e técnicas de análise sensorial e fisiologia dos sentidos.

O curso pretende ajudar na produção de cervejas com menos defeitos sensoriais

O curso pretende ajudar na produção de cervejas com menos defeitos sensoriais Foto: Alex Silva|Estadão

O curso tem carga-horária de 16 horas, divididas em quatro aulas, nos dias 24 de fevereiro,  2, 16 e 23 de março, e garante certificado do Instituto. 

Será ministrado por Alfredo Ferreira, químico (Unicamp) e mestre cervejeiro (Doemens), e Kathia Zanatta, engenheira de alimentos (Unicamp), sommelier de cervejas (Doemnes) e mestre cervejeira (Sibel e Doemens). As incrições podem ser feitas no site do Instituto da Cerveja Brasil.

SERVIÇO

Curso de Especialização em Análise Sensorial e Off-Flavours

Onde: Instituto da Cerveja Brasil - Av. das Carinás, 417, Moema

Quando: 24 de fevereiro, 2, 16 e 23 de março, das 19h às 23h 

Quanto: R$ 1.200

Mais informações e inscrições: www.institutodacerveja.com.br

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.