Paladar

Bebida

Bebida

Já provou tintos temperados com uva branca?

A união da branca Viognier com a tinta Syrah, sua parente mais próxima, estabiliza a cor do vinho e ajuda a melhorar sua textura

10 agosto 2016 | 18:51 por Isabelle Moreira Lima

Nem só de cepas escuras se faz um bom tinto. A branca Viognier, nascida no norte do Vale do Rhône, tem aparecido mais como “tempero” em cortes de Syrah, sua parente próxima. A ideia desta união é que uma pequena porção de Viognier (em torno de 5%) somada à Syrah estabiliza a cor do vinho e ajuda a melhorar sua textura.

Além disso, deixa o corte mais leve e perfumado. O corte combina flor e fruta ao defumado da casta tinta. Bacon e pêssego, que tal? Confira três rótulos de diferentes procedências.

 

 

  Foto: Divulgação

Ficou com água na boca?

YALUMBA Y SERIES SHIRAZ VIOGNIER

Barossa Valley, Austrália (R$ 145 na KMM)

De Barossa Valley vem um dos melhores custo-benefício que se pode encontrar para um exemplar de Shiraz-Viognier australiano. Elaborado pela maior produtora de Viognier da Oceania, este vinho tem toques de fruta madura (ameixa e damasco), e no paladar é macio, com taninos bem polidos e corpo médio.

 

 

  Foto: Divulgação

PAUL MAS ARROGANT FROG CROAK ROTIE SYRAH-VIOGNIER 2014

Languedoc, França (R$ 92,70 na Decanter)

O nome é um trocadilho com o berço das variedades: Croak (significa “coaxar” em inglês) remete a Côte-Rôtie. Mas como explicar piada é ruim, ao vinho: com 9% de Viognier, tem aromas exuberantes (violeta, amora, baunilha), é robusto e tânico. Final persistente e lembrança de chocolate (passa 5 meses em carvalho francês). 

 

 

  Foto: Divulgação

PISANO RIO DE LOS PÁJAROS TANNAT SYRAH VIOGNIER RESERVA 2013

Canelones, Uruguai (R$ 86,82 na Mistral)

Este é o rótulo mais “diferentão” desta seleção porque adiciona uma bela porcentagem de Tannat (55%) ao casamento Shiraz-Viognier. Elaborado pelos irmãos uruguaios Pisano, é fresco e estruturado, traz aromas de pimenta-do-reino, frutas e flores, e tem taninos presentes, mas trabalhados. 

 

Ficou com água na boca?