Paladar

Bebida

Bebida

Só de birra

Heloisa Lupinacci

Machismo no mundo da cerveja: vai verão e não volta não

Documentário sobre o machismo no mundo cervejeiro está em fase de financiamento.

20 maio 2015 | 16:30 por Heloisa Lupinacci

A notícia da semana foi a compra da cervejaria artesanal inglesa Meantime pelo grupo SABMiller, o segundo maior do mundo, dono de marcas como Pilsner Urquell, Forsters e Miller.

Documentário sobre o machismo no mundo cervejeiro está em fase de financiamento. FOTOS: Divulgação

Por ocasião da compra, o CEO, Alan Clark, deu uma entrevista ao Financial Times e disse: “Precisamos reconhecer que as cervejarias, há anos, desconsideram ou insultam as mulheres.”

Antes de festejar que o CEO de um grande grupo virou feminista, é preciso olhar o mercado. As mulheres estão na mira das cervejarias, que buscam aumentar as vendas em mercados já saturados. Porém, mesmo assim, Clark acertou no nervo.

No Brasil, o documentário Mulher, Cerveja e Machismo, em fase de arrecadação de dinheiro no Kickante vai discutir o tema, dando voz às mulheres para que digam como é ser retratada de maneira tão estereotipada. O estopim que reuniu oito amigos em torno do projeto foi a campanha Verão, da Itaipava, que coloca a Vera nas situações degradanttes de sempre: sendo assediada e levando e trazendo cervejas para homens. Esperamos que com o fim do verão, Verão se aposente e não volte mais.

>>Veja a íntegra da edição do Paladar de 21/5/2015