Paladar

Bebida

Bebida

Saca essa rolha

Isabelle Moreira Lima

Malbec jovem de vinha velha

A Spielmann Estates, em Mendoza, é uma vinícola butique/de garagem/cigana. Há apenas sete anos no mercado, já coloca no mercado um Malbec de vinhas de 1910

25 janeiro 2017 | 18:28 por Isabelle Moeira Lima

Difícil definir com precisão o que é exatamente a Spielmann Estates, do economista argentino Rodolfo Spielmann, em Mendoza. Trata-se de uma vinícola butique, com foco em Malbecs de produção mínima. Ali, as parcelas dos vinhedos são vinificadas separadamente para preservar as características de cada terroir. A orquestração é de Pepe Galante, que comandou por 30 anos a Catena Zapata. 

Parreiral velho. Vinhedos da Spielmann em Luján de Cuyo, Mendoza

Parreiral velho. Vinhedos da Spielmann em Luján de Cuyo, Mendoza Foto: Divulgação

Mas trata-se também de uma vinícola de garagem, considerando a pouca estrutura erguida em seus sete anos de vida. E, como os bons vinhos destas pequenas casas, as garrafas trazem estilo próprio em cortes em que a estrela Malbec é ladeada por Cabernet Sauvignon e Syrah. 

Finalmente, pode-se dizer que é uma vinícola cigana (termo usado para cervejeiros sem lar), pois usa a estrutura de outra vinícola da mesma região de Luján de Cuyo. Rodolfo explica: “Para mim, faz mais sentido investir na terra, nos vinhedos, do que em um prédio luxuoso”, diz o empresário, que transformou a paixão em vinhos primeiro em hobby e agora em “segundo emprego” (o primeiro é em um fundo de investimentos). 

Ficou com água na boca?

Com essa apresentação, fica claro que os vinhos não são baratos (de R$ 180 a R$ 440). Nos próximos dias, no entanto, chega ao Brasil o Pireko 2016, vinho de entrada da Spielmann, cujo grande atributo é unir preço (menos de R$ 100 no site www.spielmannestates.com) e origem: um 100% Malbec de vinhas plantadas em 1910 em pé franco. Sem estágio em madeira, é a fruta que fica evidente. Mas não espere as “fruit bombs” dos anos 1990 – aqui é a discrição que atrai; é elegante, equilibrado e macio.

 

  Foto: Divulgação

Além do Pireko, a Spielmann Estates tem outras duas linhas no mercado, de cortes de Malbec, Cabernet e Syrah: a Canal Flores, com três rótulos (o 2011 e o 2012 por R$ 180, e uma edição especial em que parte é fermentada em barrica por R$ 320), e a Viñedo 1910 2012(R$ 440). Em fevereiro, além da safra 2013 desses vinhos, chegará ao País o ícone da casa, o Legendas e Mitos, a ser vendido entre R$ 500 e R$ 600. 

Ficou com água na boca?