Paladar

Bebida

Bebida

Nova vinícola usa cor de joalheria para pegar público jovem

Verde Tiffany’s estampa rótulos dos vinhos e espumantes da casa gaúcha

04 maio 2016 | 19:39 por Isabelle Moreira Lima

O pai do empresário de móveis Noemir Capoani, dono da D’Itália, cultivou uvas a vida toda, abastecendo grandes empresas do Vale dos Vinhedos. Há seis anos, Noemir percebeu que era a hora de realizar o sonho de vinificar. Montou uma equipe de enologia liderada pelo jovem Tiago Tonini e, com seu filho Wiliam, criou a Capoani, cujos vinhos chegam neste mês ao mercado.

De seus 13 hectares plantados (no total são 45), saem dois espumantes, seu principal foco, feitos de 100% Chardonnay (um brut e um nature), e quatro vinhos tranquilos: um Gamay, um Merlot, um Tannat e um corte de Merlot e Tannat. Os preços vão de R$ 76 a R$ 155. No futuro, pode-se esperar pelo menos mais dois tranquilos: um Chardonnay e um Pinot Noir.

A linha de espumantes Nature da estreante Capoani

A linha de espumantes Nature da estreante Capoani Foto: Divulgação

De cara, os rótulos chamam atenção por usarem uma cor pouco usual no mundo dos vinhos, mas emblemática para o mercado de luxo, o verde Tiffany’s. A intenção de Capoani é atingir os jovens. “No exterior, a gente vê moças tomando vinho de tarde, num restaurante com mesa na calçada. Queremos ter isso por aqui”, diz.

Ficou com água na boca?

 

Serviço 

www.vinhedoscapoani.com.br

Ficou com água na boca?