Paladar

Bebida

Bebida

Os estilos de cerveja do inverno

Entenda os estilos de cerveja que mais combinam com o inverno.

02 julho 2014 | 21:49 por heloisalupinacci

Ales

Estilos de alta fermentação, feitos com leveduras que fermentam em temperaturas mais altas e liberam mais compostos aromáticos. São mais expressivos.

Porter

Ficou com água na boca?

Criado no século 18, esse estilo de cerveja escura deve seu nome aos trabalhadores braçais. Porter quer dizer carregador – com menos dinheiro para comprar cerveja, eles tomavam esta, que era mais rústica. É preparada com maltes que dão a cor castanha e costuma ter presença marcante de lúpulo.

Stout

O carro-chefe é o aroma tostado. Há muitas variações, como a dry stout (seca) e a sweet stout (doce), a oatmeal stout (com aveia) e a imperial stout (com carga extra de maltes, é mais forte).

Barley Wine

“Vinho de cevada”, leva tanto grão que chega a ser licorosa. Chega a 12% de teor alcoólico. Pode ser envelhecida em madeira.

FOTO: Felipe Rau/Estadão

Lagers

Estilos de baixa fermentação, feitos com leveduras que fermentam em temperaturas mais baixas e, por isso, liberam menos compostos aromáticos. São mais austeras e, nelas, quem se destaca é o malte.

Starkbier

O termo alemão – pronuncie ixtárkbier – quer dizer cerveja forte e reúne os estilos bock, doppelbock e eisbock. Elas devem ter pelo menos 5% de álcool.

Doppelbock

Doppel quer dizer dupla, duas vezes, e se refere à quantidade de malte da receita. Bock já quer dizer cerveja forte – maltada, encorpada, potente e historicamente ligada ao inverno e ao começo da primavera. As doppelbocks são extra-fortes e tradicionalmente têm o nome terminando em “ator”, como a Salvator, da Paulaner, e a Celebrator, da Ayinger. E é o malte que se destaca aqui – no dulçor, nas notas aromáticas e na boca. O álcool pode ser perceptível na boca e o amargor, discreto, fica em segundo plano.

Dunkel

O termo quer dizer escuro. E o estilo está ligado ao malte munich, o que lhe rende coloração acobreada. Deve ter paladar meio seco, não pode ser muito doce, enjoativa. Também não deve ser super amarga.

LEIA MAIS:

A gelada para cada dia de inverno

>> Veja a íntegra da edição do Paladar de 3/7/2014

Ficou com água na boca?