Paladar

Bebida

Bebida

Prova de vinhos: Chardonnay com e sem madeira

Provamos dois rótulos de vinhos da mesma uva, um que passou por barrica e outro que não

08 março 2017 | 19:25 por Isabelle Moreira Lima

Prova com o diretor da ABS-SP Guilherme Velloso e os sommeliers Marina Bertolucci e Gianni Tartari. 

ACHADO

ESPINO 2015

Origem: Maipo, Chile

Preço: R$ 75,50 na Bacco´s

Com madeira. Elaborado pela casa William Fevre, estagia por seis meses em barricas. A madeira aparece quase só na estrutura do vinho, não no aroma. Elegante. Na boca, é volumoso e fresco. Casa com linguado belle Meunière.

 

  Foto: Daniel Teixeira|Estadão

TROPICALIENTE 

DÁDIVAS LÍDIO CARRARO

Origem: Vale dos Vinhedos, Brasil 

Preço:R$ 58,50 na Toque de Vinho

Sem madeira. A baunilha passa longe e o que fica é o abacaxi fresquíssimo. Simples, discreto e leve, muito bem feito. Vai bem com um linguado com batata e azeite. Este vinho peca apenas por um detalhe: seu final na boca é curto.

 

  Foto: Daniel Teixeira|Estadão

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.