Paladar

Bebida

Bebida

São Paulo tem agenda intensa de vinhos, com feiras e degustação

Festival de degustação em restaurantes e feira Expovinis são destaques na cidade

31 maio 2017 | 21:06 por Isabelle Moreira Lima

O calendário do vinho tem na próxima semana sua temporada mais agitada do ano. A começar pela primeira edição da São Paulo Wine Week, espécie de “festival de flights” em 30 restaurantes participantes. Em cada um deles, de segunda (5) a domingo (11), será possível provar três vinhos por R$ 45 ou R$ 65, a depender do rótulo. O Esquina Mocotó, por exemplo, vai oferecer um flight de R$ 45 com Jaja de Jau Rosé (França), Portillo Sauvignon Blanc (Argentina) e Aquitania Cabernet Sauvignon (Chile).

Feira Expovinis será realizada no Pavilhão Branco do Expo Center Norte

Feira Expovinis será realizada no Pavilhão Branco do Expo Center Norte Foto: Studio F|Divulgação

Segundo o argentino Leonardo Sanchez, sócio do SPWW, a ideia é fazer um evento para que mais jovens provem vinhos que não pediriam normalmente, um grand reserva ou um de sobremesa. A ideia é que esta primeira seja uma edição teste, um “esquenta” para 2018, com mais restaurantes inscritos, palestras e outros eventos. A lista completa dos participantes está no www.spww.com.br.

É também temporada de Expovinis, maior feira do País dedicada à bebida, que nesta edição abre para o consumidor final logo no primeiro dia (6). Com foco cada vez mais no grande público – e não no especializado –, terá um winebar e uma loja onde rótulos apresentados em cada stand podem ser comprados com 10% de desconto. Cursos e palestras, que desde a última edição são o carro-chefe da feira, incluem desde noções básicas de degustação e harmonização até o impacto das taças na apreciação da bebida.

A lista de participantes, além das vinícolas brasileiras reunidas pelo Ibravin, inclui Portugal, Chile, Itália, Eslovênia, Reino Unido, Argentina e Espanha, e sete importadoras.

O concurso Top Ten, que elege os dez melhores vinhos da feira tem novos critérios: os expositores inscreverão um número de amostras de acordo com a metragem de seu espaço na feira: a cada 10m², dois vinhos. Segundo a diretora da Expovinis, Clélia Iwaki, a ideia é ser justo com as importadoras que representam muitas vinícolas e acabavam inscrevendo tantos rótulos quanto vinícolas brasileiras que chegavam sozinhas ao evento. “Vimos que era o único jeito de equalizar a participação”, afirma. Há uma segunda lista, capitaneada por Cesar Adames, que busca vinhos de até R$ 70.

O ingresso (de R$ 30 a R$ 150) dá direito a uma taça, que permite degustações e palestras. Mas para participar destas, é preciso fazer inscrições prévias no site da feira. O evento vai até o dia 8 no Pavilhão Branco do Expo Center Norte. Informações no www.expovinis.com.br.

Outra feira, a da Grand Cru, será realizada na próxima quarta (7) com mais de 200 rótulos divididos por tema na Casa da Fazenda do Morumbi (Av. Morumbi, 5.594). O ingresso custa R$ 280. Informações pelo eventos@grandcru.com.br.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.