Paladar

Bebida

Bebida

Taittinger, quem diria, vai fazer espumante na Inglaterra

Quem diria que uma casa de Champagne um dia se interessaria em produzir vinhos espumantes na Inglaterra. Se a culpa é do aquecimento global, do solo inglês, semelhante ao de Champagne, ou da expertise adquirida nos últimos dez anos pelos britânicos é difícil dizer, mas este dia chegou: a Taittinger anunciou ontem a compra de 69 hectares em Kent, sul da Inglaterra, em parceria com sócios ingleses, com o objetivo de plantar o triunvirato de Champagne – Chardonnay, Pinot Noir e Pinot Meunier – e produzir 300 mil garrafas por ano de um espumante batizado de Domaine Evremond.

09 dezembro 2015 | 18:52 por redacaopaladar

Tradição. Cave de maturação da Taittinger em Reims, na França. FOTO: Marie Liesse/The New York Times

O nome faz referência ao soldado e ensaísta hedonista Charles de Saint-Evremont (1614-1703), responsável por celebrar e popularizar o champagne na corte do rei Charles II. A parceria franco-inglesa envolve “investimentos multimilionários” (números absolutos não foram revelados) em dez anos. “Nosso objetivo é fazer algo de genuína excelência” afirmou o presidente da francesa Pierre Emmanuel Taittinger.

>> Veja a íntegra da edição de 10/12/2015

Ficou com água na boca?

Ficou com água na boca?