Paladar

Bebida

Bebida

Só de birra

Heloisa Lupinacci

Uma weizen gelada no café da manhã

No sul da Alemanha o café da manhã é bem diferente...

02 setembro 2015 | 18:06 por Heloisa Lupinacci

O melhor café da manhã do mundo é o da Baviera, no sul da Alemanha. Lá o dia começa com fermentados de trigo: um belo pretzel e um copão de weizen, acompanhados de weisswurst e süsser senf (salsicha branca e mostarda doce, maturada em redução de vinagre de sidra, açúcar mascavo, cravo, canela e açafrão). Vamos treinar a pronúncia: a cerveja é váitzen, a salsicha é váissvurst e a mostarda é zuzer zénf.

A refeição virou assunto neste ano, quando o presidente norte-americano e cervejeiro Barack Obama foi visitar a Baviera em pleno verão e começou o dia com um sorrisão e um copo de weizen na mão. Ein prosit! Taí um cara que entende que cerveja pode ser alimento e cultura.

Agora, a partir deste sábado, todo paulistano poderá começar o dia à moda bávara no Imbiss, o restaurante de comida de rua alemã na Vila Madalena. O combo pretzel, salsicha cozida e mostarda pode vir à mesa com café (o blend da casa, coado), suco ou cerveja (500 ml de weizen no copo de vidro, outra novidade da casa, que até então só servia em copo plástico. Outro prosit!).

FOTO: Thiago Queiroz

Ficou com água na boca?

O combo com café ou suco custa R$ 25. Com cerveja, R$ 33 – a ideia é servir a weizen da Burgman. A casa passa a abrir às 10h nos fins de semana, mas o café da manhã bávaro é servido o dia todo. E falando de novidades no Imbiss, toda segunda, a casa serve um chope Júpiter a R$ 10 o copo (7/9, será a APA; 14/9, Tânger).

Onde

R. Purpurina, 94. 12h/22h (sáb.

e dom., 10h/21h)

 

Ficou com água na boca?