Paladar

Comida

Comida

Onde comer em Bogotá, cidade que recebe o 50 Best América Latina

A capital da Colômbia está borbulhando com casas que oferecem o melhor da cozinha nacional em pratos sofisticados e chefs repensando a identidade gastronômica do país que receberá as próximas edições do prêmio 50 Best America Latina

05 julho 2017 | 20:19 por Renata Mesquita

De Bogotá, Colômbia

A cerimônia de premiação do 50 Best America Latina de 2017 será em Bogotá, em setembro. E isso quer dizer que foodies do mundo todo já estão esticando os olhos para a gastronomia da cidade. Seus restaurantes que já estão ganhando posições no ranking – há quatro colombianos na lista de 2016 – devem subir de colocação na lista no ano que vem, depois que os jurados estiverem na capital colombiana para o prêmio e comerem por lá. É exatamente por isso que os governos investem para sediar o evento e conquistar fama para sua gastronomia.

Com ou sem 50 Best, comer bem em Bogotá é fácil – começando pelo fato de que há um bairro dedicado à isso, o Zona G (G para gastronomia). É ali que se concentram muitas das casas premiadas da cidade. 

O principal destino é o Leo, da chef Leonor Espinosa, 16 º no ranking (era o 33º em 2015). Sua cozinha é marcada pela valorização do ingrediente nacional. Antropóloga, Leo pesquisa a fundo as diferentes regiões da Colômbia, com o intuito de resgatar e apresentar ingredientes tradicionais. Seu menu-degustação é dividido por biomas. A chef também tem uma casa menos formal, a Misia, a poucos metros dali, que vale a visita. 

Ficou com água na boca?

+LEIA MAIS:

A culinária múltipla e colorida da Colômbia

Com um nítido sotaque francês, o Criterión (na 29ª posição) dos chefs Jorge e Mark Rausch apresentam os pratos tradicionais da cultura colombiana com atenção especial às técnicas. Eles são donos de um pequeno império de restaurantes em todo o país.

Ambiente sofisticado e moderno no Harry Sasson

Ambiente sofisticado e moderno no Harry Sasson Foto: Renata Mesquita|Estadão

Ainda na Zona G, o Harry Sasson é um lugar frequentado pela elite de Bogotá. Na 40ª posição no ranking, ocupa um casarão antigo no estilo inglês, que esconde um interior imponente e contemporâneo. A comida do chef homônimo é sofisticada, acima de tudo. O menu é internacional, mas alguns pratos valorizam os ingredientes locais como peixes e as frutas em apresentações caprichadas e serviço atento. 

Andrés Carne de Res (49º), em Chia, tem decoração exagerada e oferece os pratos tradicionais de forma casual e divertida. O patacones com queijo e as arepas de choclo são deliciosas. 

O fantástico mundo do Andrés Carne de Res. Culinária típica em ambiente megadescontraído

O fantástico mundo do Andrés Carne de Res. Culinária típica em ambiente megadescontraído Foto: Andres Carne de Res|Divulgação

SERVIÇO

Andrés Carne de Res.

Calle 11ª-56, Chia. (www.andrescarnederes.com)

Criterión.

Calle 69 A. 5 – 75, Zona G. (www.criterion.com.co)

Leo Cocina y Cava.

Pasaje Santa Cruz de Mompox, Calle 27b. (restauranteleo.com)

Harry Sasson.

Carrera 9, 75-70, Zona G. (www.harrysasson.com)

*Viagem a convite da Procolombia 

Navegue pelo mapa e encontre outros destinos gastronômicos:

 

Ficou com água na boca?