Paladar

Comida

Comida

Com quantos leches se faz um bolo?

Cuatro leches (Foto: Janaina Fidalgo)

29 outubro 2011 | 22:04 por janainafidalgo

Cedo ou tarde a gente paga a língua. Pequena ainda, quando nem sonhava que um dia ia gostar de cozinhar, não entendia a obsessão da minha mãe com algumas receitas. Eram dias, semanas, meses comendo a mesma rosquinha, o mesmo bolo, a mesma torta. Como se nenhuma outra ideia viesse à mente dela. Até que os queixumes aumentavam numa escala insuportável, e ela mudava para parar de ouvir: “pudim-de-pão-de-novo-mãe?”.

Agora me vejo reproduzindo a mesma mania. E coincidentemente tem acontecido com sobremesas, que nem gosto muito de fazer. Foi assim com a torta de caramelo salgado, depois “trocada” pela torta de ricota com frutas vermelhas, que perdeu o posto recentemente para o tres leches. Desconfio o motivo, mas isto é uma outra história.

Comi pela primeira vez este bolo da foto aí de cima numa viagem à Colômbia, mas disseram-me que ele é feito em vários países latinos. (Lá, costumam cobrir com merengue italiano ou chantilly. Fica mais bonito, mas este sabor “a mais” é desnecessário). Desde então a geladeira de casa anda monotemática e arrancando sorrisos quando tem tres leches e mimimis quando não tem.

Tres leches é para quem gosta de bolo bem molhado e bem gelado. Dá para fazer com qualquer receita de bolo esponja, ou chiffon. A massa tem de ser bem leve e furadinha, para absorver a mistura de leches. É daquelas sobremesas que faz a gente ter vontade de sair correndo pra casa quando lembra que ela está lá, sozinha, todinha para você. E lá se vão duas ou três fatias generosamente encharcadas com uma carga adicional de líquido, roubado do fundo do vasilha com concha de feijão, a maior que tiver, porque assim é a vida do guloso feliz. (Ah, o meu virou cuatro leches porque coloco um tico de leite de coco por minha conta.)

Ficou com água na boca?

Tres leches (ou seriam cuatro?)

A massa:

5 ovos

1 xícara (chá) de farinha de trigo

1 xícara (chá) de açúcar

1 colher (sopa) de fermento em pó

1 fôrma de buraco grande untada

Os tres (ou cuatro) leches:

1 lata de leite condensado

1 lata de creme de leite (fresco, de preferência)

2 latas de leite

2 xícaras (café) de leite de coco

Bata as claras em neve na batedeira. Quando estiverem bem firmes, junte as gemas e bata até a massa ficar homogênea. Tire da batedeira e acrescente, aos poucos e delicadamente, a farinha, o açúcar e o fermento. Despeje a massa na fôrma untada e asse em forno previamente aquecido a 200°C. Desenforme ainda morno em uma vasilha funda, que comporte uma grande quantidade de líquido e reserve.

No liquidificador, bata o creme de leite, o leite condensado, o leite e o leite de coco – este é por minha conta, acho que dá um toque gostoso. (Se quiser, você pode aromatizar a mistura com fava de baunilha, ou fazer uma infusão com cumaru ou amburana. Mas, de verdade, nem precisa.)

Jogue a mistura de “leches” sobre o bolo, aos poucos, para que a massa consiga absorver boa parte dela. Leve à geladeira e se entregue aos tres leches assim que ele estiver bem gelado!

Quem quiser deixá-lo mais "bonito", pode cobrir com um merengue italiano ou chantilly batido (Foto: Lucineia Nunes)

Ficou com água na boca?