Paladar

Comida

Comida

Confeitaria à brasileira

21 setembro 2014 | 19:52 por lucineianunes

FOTO: Helena Wolfenson/Estadão

+ ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA

Ficou com água na boca?

Rodeado pelos alunos, ensinou, por exemplo, a fazer ganache de chocolate 75% cacau da Bahia com polpa de butiá (ou coquinho azedo), uma frutinha aromática e com sabor que lembra o do pequi. O doce foi usado para rechear a massa de tortinha, depois decorada com crocante de caramelo e coco.

O cannoli, claro, não poderia faltar. E o pâtissier foi logo avisando: “Massa de cannoli tem de ser frita. Não vale ser assada, não é a mesmo coisa”. Para rechear os canudos crocantes, ele contou com a ajuda do público para fazer um creme aerado como chantilly à base de polpa de cambuci.

E teve até brigadeiro. Mas esse é fácil de fazer e, como não haveria tempo para tantos preparos, os docinhos chegaram prontos. Feitos com chocolate baiano com 35% de cacau, os brigadeiros também levavam um toque levemente ácido da polpa de murici. Depois de mexer com as panelas, foi hora de voltar a ser criança e se lambuzar com os doces. Puro deleite.

Ficou com água na boca?