Paladar

Comida

Comida

Evento de chocolate traz pesos-pesados mundiais a São Paulo

1ª Chocolate Week, de 3 a 6 de maio, terá cursos e palestras com nomes que são a nata do chocolate bean to bar; ingressos estão à venda

04 abril 2018 | 19:28 por Ana Paula Boni

Não se trata de uma “week” nos moldes do que costuma acontecer na cidade, com restaurantes, brunch e até negroni. A 1ª Chocolate Week, organizada pela Associação Bean to Bar Brasil de 3 a 6 de maio, vai focar em palestras e oficinas com nomes que representam a nata mundial de estudos sobre chocolate produzido do cacau à barra.

 

  Foto: Gabriela Biló|Estadão

Nos dias 3 e 4, a programação concentrará cursos e degustações (R$ 300 o passaporte para os dois dias) no espaço de eventos do restaurante Nambu, em Higienópolis; nos dias 5 e 6, a programação é gratuita com algumas palestras, exposição de cacauicultores e feirinha de chocolates bean to bar, estendendo-se do Nambu à Casa Bonometti, na mesma vizinhança.

Entre os destaques, haverá curso de bean to bar com Adal Balou, da indiana Cocoa Town, que faz máquinas de pequeno porte adaptadas de moagem de especiarias (dia 3, 3h de duração, acréscimo de R$ 40 ao valor do passaporte); e, no dia 4, degustação de bean to bar de várias origens guiada por Sunita de Tourreil, da Chocolate Garage, na Califórnia (às 9h30, acréscimo de R$ 40 por conta da degustação); palestra Buscando origens de cacau com Greg D’Alessandre, da prestigiosa chocolateria Dandelion, nos EUA (às 14h); e palestra Processo pós-colheita e criação de novas origens com Dan O’Doherty, consultor de fermentação, da Cacao Services, no Havaí (às 17h).

Ficou com água na boca?

LEIA MAIS:

+ A Bahia faz chocolate

+ Netos dos coronéis do cacau voltam às fazendas para fazer chocolate

Entre outras palestras e mesas-redondas incluídas no passaporte dos dois primeiros dias, os temas passeiam por empreendedorismo no sul da Bahia, comportamento do consumidor, genética do cacau brasileiro, surpresas da Amazônia e aspectos da torra para cada tipo de cacau, várias com integrantes da Associação Bean to Bar Brasil, criada no ano passado com produtores e chocolateiros (tree to bar e bean to bar) da Bahia e de São Paulo.

O único que fica de fora do passaporte é o curso de torra com John Nanci, da Chocolate Alchemy (chocolatealchemy.com), autoridade quando o assunto é a ciência por trás das amêndoas. Ao longo de 8 horas, ele vai abordar os protocolos de torra, com dicas sobre todo o processo de fabricação do chocolate (R$ 2.000, dia 5, das 11h às 19h, na fábrica da chocolateria Mestiço, na Vila Olímpia). As vagas, concorridas, estão a ponto de esgotar (vendas por arceliagallardo@gmail.com).

 

  Foto: Gabriela Biló|Estadão

Na exposição de produtores e chocolaterias, serão 19 bancas a vender chocolate, entre elas as dos integrantes da associação - Luisa Abram, Mission (de Arcelia Gallardo), Baianí, Modaka, Raros, Mestiço, Casa Lasevicius, Var e Gallette - e outras marcas, como Cuori de Cacao, Cacau do Céu e Ibá Cacau Cru.

No dia 3, às 20h, o evento ainda vai abrigar o lançamento do livro Making Chocolate from Bean to Bar to s’More (edição americana, R$ 115 no local), de Greg D’Alessandre, sócio da Dandelion.

SERVIÇO

1ª Chocolate Week

De 3 a 6 de maio

Programação completa em beantobarbrasil.com.br

Vendas em foodpass.com.br

 

Ficou com água na boca?