Paladar

Comida

Comida

Galinhada: com que bebida ela vai?

Parece fácil encontrar a bebida perfeita para a galinhada, mas não é. O prato tem sabores marcantes. Pede vinhos brancos estruturados e tintos com boa acidez. Ou cervejas de sabores tostados e caramelizados. Provamos vinhos e cervejas para facilitar sua escolha. Participaram da prova a editora do Paladar, Patrícia Ferraz, o repórter de vinhos Marcel Miwa e a sommelière Carolina Oda.

18 fevereiro 2015 | 16:57 por redacaopaladar

LEIA MAIS

+ Galinhada: receita infalível para curar a ressaca

+ Se não tiver galinha gorda, que venha o frango mirrado

Ficou com água na boca?

+ Receita: Galinhada

+ Galinhadas Brasil afora

QUINTA DE SAES BRANCO

Origem: Dão, Portugal

Preço: R$ 77 (na Mistral)

Mais uma vez um branco levou vantagem sobre o tinto na harmonização. Neste caso, a boa acidez com estrutura firme da mescla de Encruzado, Malvasia e Cerceal favoreceu a combinação. Este vinho valorizou bastante os temperos do prato e sua acidez equilibrada ajudou a dar maior leveza ao conjunto.

DOMAINE DELMAS PINOT NOIR 2012

Origem: Languedoc, França

Preço: R$ 72 (na De la Croix)

Boa prova de que harmonizações se decidem na boca, confrontadas as estruturas de prato e vinho. O Pinot Noir, com sua delicadeza, “abriu o bico” para a galinhada. Vinho perdeu feio para o prato, restou só seu leve aroma láctico no fundo da boca. Uma pena, pois o vinho tem sutilezas de aromas florais e frutas frescas que foram encobertas.

LUSTAU PALO CORTADO PENÍNSULA

Origem: Jerez, Espanha

Preço: R$ 155,40

(na Ravin)

Jerez costuma ser coringa nas harmonizações difíceis. Mas desta vez o vinho matou o prato. O palo cortado, estilo que fica entre o amontillado e o oloroso, é potente, com manteiga e boca extremamente salina e untuosa. Sua força passou por cima do prato. Um amontillado poderia dar mais certo.

EISENBAHN DUNKEL

Origem: Blumenau (SC)

Preço: R$ 8,90 (355 ml)

Essa cerveja escura de baixa fermentação é um coringa: tem boas notas de tostado combinadas a um final de gole bem limpo. As notas de tosta combinaram bem com o sabor do prato, mas a leveza da cerveja fez que ela perdesse para os condimentos. Uma porter ou oatmeal stout são outras boas opções nessa linha.

BAMBERG RAUCHBIER

Origem: Votorantim (SP)

Preço: R$ 16,90 (600 ml)

Rauchbier é a cerveja que leva malte defumado. Foi uma das melhores combinações, pois trouxe as notas de defumado ao conjunto. A cerveja adicionou um novo sabor ao prato sem dominar o todo. Apenas uma ressalva: se fosse uma galinhada mais branda, o defumado poderia se sobrepor a tudo.

MORADA DOUBLE VIENNA

Origem: Curitiba (PR)

Preço: R$ 15,90 (355 ml)

Outra ótima combinação. Essa cerveja é uma double vienna lager, ou seja, uma cerveja de corpo médio, com teor alcoólico mais elevado (7,6%), aroma marcante de malte e amargor acentuado. O álcool e o amargor limpam bem o paladar, enquanto a boa presença do malte se encaixa no caramelizado da galinhada. Houve afinidade entre prato e copo.

>>Veja a íntegra da edição do Paladar de 19/2/2015

Ficou com água na boca?