Paladar

Comida

Comida

Mosca compromete produção de azeite na Toscana

A mosca olivicida: inseto destrói mais de 50% da plantação de azeitonas na região italiana

20 outubro 2014 | 15:54 por redacaopaladar

Antes de serem colhidas suculentas e lustrosas, as azeitonas da Toscana estão caindo do pé secas, pretas, mirradas. A dizimadora da safra deste ano do famoso azeite toscano é a mosca Batrocera oleae - também conhecida como mosca-da-azeitona ou mosca-da-oliveira -, velha conhecida dos olicultores. A mosca põe um ou mais ovos na azeitona e, quando as larvas nascem, comem por dentro a polpa dos frutos, deixando-os secos.

Na atual safra, embalada pelo excesso de chuva, a Batrocera proliferou assustadoramente e, em vez de atacar os 10% de oliveiras que normalmente ataca, “devorou” de 50% a 60% das plantas. O resultado foi uma quebra de 50% a 70% nos olivais tradicionais e de 80% nas plantações orgânicas.

O azeite toscano, considerado de alta qualidade, custa no atacado de € 10 a € 18, para € 3 ou € 4 da média de outras regiões italianas.

FOTO: Felipe Rau/Estadão

Ficou com água na boca?

Ficou com água na boca?