Paladar

Comida

Comida

No Japão, o veneno do baiacu ataca outra vez

Quando o atum se torna muito entediante, há sempre o baiacu.

28 janeiro 2009 | 15:05 por redacaopaladar

E os japoneses, especialmente os afeitos a grandes aventuras gastronômicas, se lembram dele com frequência. Considerado uma iguaria gourmet no Japão, ele só pode ser preparado por chefs autorizados.

Não era o caso do proprietário e chef do restaurante Tsuruoka City.

Ele não tinha licença para preparar o baiacu, ou fugu como os japoneses o chamam, e ainda assim serviu testículos grelhados e sashimi do peixe a sete comensais.

Pouco após as primeiras bocadas, os sete clientes começaram a passar mal e foram todos devidamente removidos ao hospital mais próximo – um deles com falência respirátoria está em estado crítico, outros dois em estado grave.

Ficou com água na boca?

Extremamente venenoso, se preparado de forma incorreta, o baiacu causa paralisia, dificuldade de respiração e perda de consciência. A tetrodotoxina presente no baiacu é 100 vezes mais venenosa que cianureto de potássio – composto químico usado pelos soldados alemães para cometer suícidio, se capturados, durante a Segunda Guerra Mundial.

Em 2007, no Japão, três pessoas morreram envenenadas por fugu e outras 44 foram parar no hospital. A maioria por pescar e preparar o baiacu em casa.

Ficou com água na boca?