Paladar

Comida

Comida

O atum da Mari Hirata

PRATO DO DIA | Receita testada pela editora do Paladar, Patrícia Ferraz

09 setembro 2015 | 19:03 por redacaopaladar

Este foi o primeiro prato que preparei de Minha Cozinha Japonesa, de Mari Hirata (Publifolha, 2008). Não tem erro. Você põe o atum na água fervendo por 2 segundos, só para mudar de cor. Tira e põe direto na água com gelo, deixa uns vinte ou trinta segundos, até esfriar completamente. Depois é só secar com um pano, colocar na marinada e deixar na geladeira. Não poderia ser mais fácil.

A Mari faz tudo parecer simples, o livro tem ótimas receitas, o problema é que a gente vai lendo, ganhando confiança, e de repente se mete a fazer sushi! Bom, é verdade que até o sushi dela dá certo, com arroz feito em panela comum mesmo (mas não estranhe se começar a achar que talvez restaurantes japoneses não sejam caros…). Quer um conselho? Se não tiver a habilidade e a faca do sushiman, não invente! Faça só o atum.

FOTO: Gabriela Bilo

Ficou com água na boca?

Ingredientes

(4 porções)

400 g de atum fresco para sashimi 6 colheres (sopa) de shoyu

2 colheres(sopa) de saquê

1 colher (chá) de wasabi

Preparo

1. Leve a água para ferver numa panela que comporte o atum.

2. Quando a água ferver, ponha o atum por 2 segundos: só para mudar de cor, sem cozinhar.

3. Tire o atum da água fervendo e ponha direto numa panela de água com gelo. Deixe uns 30 segundos, para esfriar.

4. Misture o shoyu, o saquê e o wasabi e ponha essa marinada num saco plástico grande.

6. Na hora de servir, tire da geladeira e corte em fatias.

PARA BEBER

A sommelière Marina Bertolucci, do bar Canaille, sugere o argentino Finca La Florencia Torrontés, da Família Cassone (R$ 72, no site da vinícola loja.familiacassone.com.br), fresco e cítrico; o espanhol Menguante Garnacha Blanca, da Bodegas Pablo (R$75, na Grand Cru), que harmoniza com o wasabi e o gengibre; e o neozelandês Yealands Way Pinot Noir, Peter Yealands (R$ 73,90 no Pão de Açúcar), de taninos muito delicados que não brigam com o peixe.

>>Veja a íntegra da edição do Paladar de 10/9/2015

Ficou com água na boca?