Paladar

Comida

Comida

O que você quer comer na rua?

* Atualizado às 20h de 17/9. 

12 setembro 2013 | 00:19 por redacaopaladar

Na próxima quarta-feira, 18, às 19h30, o Projeto de Lei 311, que regula a comida de rua em São Paulo, será discutido em um encontro público na Câmara dos Vereadores. O projeto se propõe organizar e regular o comércio de comida em vias públicas da cidade, estabelecendo parâmetros de segurança do trabalho e de fiscalização das condições de higiene e segurança dos alimentos.

No encontro, estarão presentes:

- Andrea Matarazzo, vereador autor do projeto, que fará a abertura do encontro;

Ficou com água na boca?

- Bruno Caetano, superintendente do Sebrae-SP, falando sobre empreendedorismo e oportunidades no setor de alimentação fora de casa;

- Thiago Niza, vendedor de hot-dog: a importância de legalizar e regulamentar a atividade de vendas na rua;

- Checho Gonzales, idealizador d’ O Mercado Gastronômico: o boom dos eventos gastronômicos em São Paulo;

- André Mifano, chef: food trucks;

- Mauricio Schuartz, organizador dos eventos Chefs na Rua e Feirinha Gastronômica: novos chefs entrando no mercado gastronômico;

- José Roberto Graziano, ex-diretor de Abastecimento da Prefeitura de São Paulo: a qualidade da alimentação na rua e a importância da regulamentação no setor;

- Lucas Baruzzi, assessor jurídico do gabinete de Andrea Matarazzo: explanação detalhada do projeto de lei, procedimentos e mecanismos.

Todos que comparecerem poderão dar sua opinião sobre o texto do projeto de lei e sugerir mudanças. O encontro acontece às 19h30 no Salão Nobre, 8º andar, da Câmara dos Vereadores de São Paulo (Viaduto Jacareí, nº 100, Centro). Mais informações pelo telefone: 3396-4390.

Entre os pontos polêmicos do Projeto estão a obrigatoriedade de o vendedor ficar em um ponto específico, sem possibilidade de se locomover pela cidade, e com horário a cumprir; a proibição de venda de bebidas alcoólicas e a burocracia necessária para conseguir uma licença que pode dificultar a entrada (e a permanência) de pequenos e tradicionais vendedores. Questões sanitárias, gastronômicas e culturais também estão na discussão.

Enquanto o encontro público não chega e enquanto a tramitação do projeto não segue em frente, queremos começar a discussão.

Deixe suas opiniões nos comentários deste post ou nas redes sociais do Paladar.

Leia sobre o projeto de lei que vai regularizar a comida de rua em São Paulo:

+ Sinal verde para a comida de rua?

+ Pontos polêmicos: sem rodar, e sem álcool

+ Nos Estados Unidos, food truck mania

>> Veja a íntegra da edição do Paladar de 12/9/2013

Ficou com água na boca?