Paladar

Comida

Comida

Ortodoxia gastronômica

28 janeiro 2009 | 16:49 por redacaopaladar

A cidade italiana de Lucca está sendo acusada de “racismo culinário”. Uma lei da prefeitura proibiu a abertura de bares e restaurantes estrangeiros de culinária não-italiana no centro histórico renascentista da cidade toscana. O governo de centro-esquerda da Toscana não gostou. “Defender a qualidade é uma coisa, discriminar é outra”, disse Paolo Cocchi, secretário regional de comércio. Um porta-voz da prefeitura disse que as novas regras são para proteger a tradição e a identidade cultural da cidade e se aplicam também a sex shops, fast food e delivery de pizza. “Valem tanto para o McDonald´s quanto para as kebaberias”, disse o porta-voz, ressalvando, que se trata de “um convite, não uma ordem”. As quatro kebaberias existentes na área podem continuar a funcionar normalmente.

Ficou com água na boca?