Paladar

Comida

Comida

Os dez mandamentos da marmita perfeita

Quase sempre as promessas de ano novo passam pela cozinha, afinal todo mundo quer comer melhor e gastar menos. Confira cinco receitas para nunca mais errar na montagem

10 janeiro 2018 | 19:11 por Renata Mesquita

Comer de forma mais saudável, cozinhar mais, gastar menos, encontrar mais os amigos… Todo começo de ano as pessoas fazem suas listas de propósitos e desejos. Quando o assunto é viver melhor, ver os amigos e ser mais feliz, tudo o que o Paladar pode fazer por você é torcer para que realize seus desejos, mas quando as resoluções passam pela cozinha, aí sim, é com a gente. 

 

  Foto: Alex Silva|Estadão

Para dar uma força à sua meta de comer melhor e gastar menos, vamos ajudar a preparar e montar uma boa marmita – antes de mais nada, esqueça a imagem daquela vasilha de metal triste abastecida com todas as sobras da geladeira. Sua marmita pode ser de metal, simplezinha, sim, embora haja no mercado modelos incríveis com bolsas e potes térmicos (você vê confere aqui).

E também pode ser recheada de sobras, se forem apetitosas, por que não? Mas, ela não será triste de jeito nenhum depois de você ler os mandamentos da marmita perfeita e as dicas e as receitas dos chefs José Barattino, do Eataly, Tatiana Szeles, do novíssimo Marcha e Sai, e de Carolina Brandão, dos Las Chicas e Clementina. Ao contrário, sua marmita será cobiçada. 

Os dez mandamentos da marmita perfeita (leia antes de montar)

Ficou com água na boca?

1. Prefira alimentos em temperatura ambiente, eles se conservam melhor e dispensam o trabalho extra de aquecimento. Saladas de massa curta e massas asiáticas funcionam bem.

2. Evite frituras, que perdem a crocância. Assados e cozidos no vapor ficam ótimos.

3.  Não feche a marmita com a comida ainda quente, ela continua cozinhando e vai murchar. 

4. Evite receitas com creme de leite, iogurte e maionese. Além de precisarem ser mantidos na geladeira, não se prestam bem ao aquecimento.

5. Invista nos grãos, muito além do arroz. Lentilhas, grão-de-bico, quinoa, feijão-branco, cevadinha, gelados mesmo, podem ser misturados com hortaliças ou legumes grelhados. 

6. Use folhas, mas atenção: leve molho e folhas separados (um outro truque é colocar o molho no fundo do pote e dispor os demais ingredientes e as folhas por último, deixando para misturar na hora de comer).

7.  Tomate também deve ser levado em compartimento à parte porque solta água. Boa saída é levar tomatinhos cereja inteiros.

8.  Escolha proteínas que podem ser consumidas em temperatura ambiente e de preferência já 

cortadas. Boas dicas são frango desfiado, carne em tiras. O mesmo vale para peru, pato, vitela, etc...

9. Evite peixes. Eles têm de ser conservados em geladeira 

e estragam fácil. Além disso, costumam ter cheiro forte (e você quer preservar a boa relação com o colega ao lado).

10.  Mantenha um pequeno arsenal no trabalho com talher, prato, azeite e sal. E não se esqueça de esponja e detergente. 

+ Onde encontrar utensílios para marmita na cidade

 

MARMITA DA TATI SZELES, DO MARCHA E SAI 

BIFUM COM LEGUMES AO CURRY 

 

  Foto: Tiago Queiroz|Estadão

O macarrão de massa de arroz "viaja" bem pode ser consumido tanto frio quanto quente, e é fácil combinar diversos outras coberturas. No seu minúsculo - a cozinha tem 7 m²  - "restaurante" em Higienópolis a chef vende marmitas (vazias) por R$ 20 para quem quiser só passar por lá para encher a sua vasilha e ganha desconto no valor do prato. 

ROLINHO VIETNAMITA 

 

  Foto: Tiago Queiroz|Estadão

O rolinho feito de papel de arroz também é coringa na marmita, as variações de recheios são incontáveis. A dica da chef tati Szeles é só deixá-lo coberto com um guardanapo de papel úmido para não ressecar até a hora do consumo. 

MARMITA DA CHEF CAROLINA BRANDÃO, DO LAS CHICAS 

ROSBIFE COM MOSTARDA ANCIENNE COM SALADA DE BATATA-DOCE E RÚCULA

 

  Foto: Tiago Queiroz|Estadão

O rosbife é uma outra ótima sacada para a marmita, além de poder ser consumido frio, pode ser preparado com antecedência e fatiado conforme o consumo. A mostarda Ancienne é a dica da chef para incrementar o prato. A versão da salada de batata-doce da Carol recebe um molho de roquefort e limão que dá sabor e ainda conserva. 

MARMITA DE JOSÉ BARATTINO, CHEF-EXECUTIVO DO EATALY

Frango assado com arroz vermelho e brócolis rama 

 

  Foto: Alex Silva|Estadão

Aposte nos grãos sempre. Vá além do arroz branco, misture com legumes assados e outras protéinas. Na sua marmita, o chef do Eataly preparou um frango assado bem temperado que fica delicioso até mesmo em temperatura ambiente. A dica do chef é escolher alimentos que entre o preparo e o aquecimento (muitas vezes feito em micro-ondas) não percam as características de sabor e textura.

NHOQUE COM LEGUMES DA PRIMAVEA NA MANTEIGA DE LIMÃO-SICILIANO

 

  Foto: Alex Silva|Estadão

Outro dica do chef  é pensar são pratos que "viajam" bem, ou seja que depois de transportados não sofram alterações significativas, sendo assim deve-se pensar em itens que possuam alta umidade, para que possam esquentar sem ressecar."

Confira mais uma seleção de receitas 

 

Ficou com água na boca?