Paladar

Comida

Comida

Paladar no Ar #17 - Ode ao gim

Ouça a edição do programa de rádio do 'Paladar' de 19 de novembro de 2016

21 novembro 2016 | 16:34 por Redação Paladar

A Rádio Estadão 92,9 FM, o Paladar no Ar vai ao ar aos sábados das 10h às 11h, com reprise aos domingos das 9h às 10h. Em clima descontraído, o programa semanal trata de temas relevantes da gastronomia, com direito a convidados, sugestões de passeios e dicas de receitas.

Primeiro bloco

Segundo bloco

Terceiro bloco

Mergulhe no programa

● Nesta semana, o programa recebe José Osvaldo de Amarante para falar sobre o lançamento de Os Segredos do Gim, a primeira obra brasileira sobre essa bebida a ser lançado no País. No livro, o especialista em gim fala do processo de produção da bebida, dá nota a diversos rótulos e traz receitas de drinques. Para o autor, seis rótulos são cinco estrelas: em ordem alfabética, dentre os disponíveis no mercado: Beefeater, Gordons e Hendrick's, e Tanqueray nº 10. Já o NoLet's Silver e o No. 3 London Dry gin, ambos holandeses, também agradam o autor, mas ainda não estão disponíveis no Brasil. A bebida degustada foi o Bobby's Shiedam Dry Gin, de origem holandesa, um dos produtos recém-chegados ao mercado brasileiro.

Quatro gim e tônicas. Kumquat com cravo; casca de laranja; estrela anisse; e pepino com rosa.

Quatro gim e tônicas. Kumquat com cravo; casca de laranja; estrela anisse; e pepino com rosa. Foto: Tony Cenicola|The New York Times

● Amarante deu dicas de bons rótulos internacionais, que agora podem ser comprados no Brasil. Além do Bobby's, degustado durante o programa, são boas apostas: G'Vine Floraison e o G'Vine Nouaison, ambos franceses e de uvas, Martin Millers e Martin Millers Westbourne, The Botanist Islay, escocês, Xoriguer, das Ilhas Baleares, da Espanha. Monkey 47 é uma boa compra e é um dos rótulos que deve chegar ao Brasil.  Mas se você quiser experimentar alguns rótulos nacionais, o especialista sugere três opções: o Siegers e o Virga, que tem como matéria-prima a cana-de-açúcar, e o Draco Gin, feito de cereais. Para comprar esses gins, o autor sugere procurar os rótulos no Rei do Whisky, no Santa Luzia e no Empório Frei Caneca. 

● Já para tomar um bom drinque feito com gim, Amarante sugere alguns lugares em São Paulo: o Sóshots & Gin Club, no Itaim; o Subastor, na Vila Madalena; e o Frank Bar, na Bela Vista. O autor recomenda alguns bares também ao redor do mundo para se degustar essa bebida: o Dry Martini, na Espanha - berço do renascimento do gim, que aparece na lista dos 50 melhores bares do mundo de 2015, segundo a Drinks International (para conferir a lista dos melhores bares de 2016, clique aqui).  O Gin Club, em Lisboa, também foi recomendado tanto por Amarante, como pelo crítico de restaurantes do Paladar, José Orenstein. 

● Amarante, que é fã de gim tônica, compartilhou a receita desse drinque clássico, que está em seu livro, e também do red snapper, um dos seus coquetéis favoritos. Para mais receitas com gim, clique aqui

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.