Paladar

Comida

Comida

Você já ouviu falar em Pancs? Neide Rigo explica

Aprenda mais sobre pancs, plantas alimentícias não convencionais, com a nutricionista Neide Rigo. Conheça algumas delas e saiba onde usá-las

04 agosto 2016 | 20:43 por Renata Mesquita

Panc é uma sigla para plantas alimentícias não convencionais, termo cunhado pelos pesquisadores Valdely Kinupp e Harri Lorenzi, que catalogaram parte delas no livro Plantas Alimentícias Não Convencionais no Brasil (editora Plantarum).

Na página do Estadão no Facebook, a nutricionista e colunista do Paladar Neide Rigo falou ao vivo sobre o imenso universo das pancs.

Neide explica que "panc" não é um nome de batismo, nem uma categoria em que as plantas se enquadram para sempre, nem mesmo vale para todo o território nacional. Uma planta pode ser uma panc em São Paulo mas não na Caatinga, onde é consumida habitualmente.

Podem ser sementes, castanhas, raízes, folhas e até frutos que não sejam convencionais para aquele grupo, como o umbu, que na Caatinga é amplamente consumido, mas por São Paulo é considerado uma panc. Mesmo estágios de maturação podem ser diferenciais para a classificação: a banana verde, por exemplo, é considerada panc por Valdely em seu livro. O ponto é: a planta não é facilmente encontrada em mercado usuais em determinada região.   

Ficou com água na boca?

 

  Foto: Tadeu Brunelli|Estadão

No seu blog, o come-se (que em 2016 fez 10 anos no ar), Neide explora o universo das plantas comestíveis não convencionais desde antes de o termo panc ser inventado. Ela estuda essas plantas e sugere receitas de como prepará-las. Para a banana verde, por exemplo, Neide foge da biomassa e recomenda o preparo de um macarrão: corte o fruto em fatias bem fininhas, afervente na água com limão e sirva com o molho de sua preferência. Ela conta que costuma preparar o seu acompanhado de anchovas e farofinha de pão, como ensinado na receita da coluna Prato do Dia, da editora do Paladar, Patricia Ferraz.

Mas e como preparar pancs na cozinha? Neide dá a diga: faça o mesmo que faria com o similar convencional. Parece uma batata? Cozinhe como tal. Parece espinafre? Prepare uma salada ou um refogado. O livro de Valdely também ajuda nessas horas: para cada ingrediente catalogado, o autor ensina três preparos diferentes.

Reconhecimento de pancs no espaço urbano. Duas vezes por mês, Neide conduz um grupo de até doze pessoas para identificar e coletar plantas alimentícias não convencionais pela City Lapa. O passeio termina com um "almoço panc" em sua casa, tudo preparado por ela. O projeto é chamado de Panc na City - uma brincadeira com o nome do bairro e a tradução em inglês da palavra cidade. 

Quem quiser participar pode mandar um email para neide.rigo@gmail.com ou comentar em alguns dos posts do blog PancnaCity. Um e-mail é mandado para todos os interessados quando as datas são definidas, e os primeiros a responderem ganham a vaga. 

Para comprar o livro Plantas Alimentícias Não Convencionais do Brasilwww.plantarum.com.br

Ficou com água na boca?