Paladar

Do mar ao prato em 24 horas (edição 5/2/2015)

Veja a íntegra da edição do caderno 'Paladar'

04 fevereiro 2015 | 20:04 por Redação Paladar

Em um dia, este peixe foi capturado em Ilha Comprida, acomodado em caixa com gelo ainda no barco, viajou para São Paulo em caminhão refrigerado e foi servido n’A Peixaria, de Cauê Tessuto. O chef decidiu encurtar a cadeia da pesca para garantir o frescor do pescado que serve no restaurante. Até barco ele comprou para o pescador, figura central para melhorar a qualidade do pescado: é o manejo cuidado que faz a diferença.

CAPA

Pescado com muito carinho

EU SÓ QUERIA JANTAR

Ficou com água na boca?

Sanduíches e cucina caseira

NHAC!

Uma fruta para passar no pão

Panquecas recheadas com caferana, banana e manteiga de amendoim

MEL

Mel de floradas urbanas

FOOD TRUCKS

Food trucks engatam a primeira marcha

ARTE

Alimentário: exposição para quem come arte

ESTANTE NA COZINHA

A internet como ingrediente da vez

É SÓ DE BIRRA

O eixo cervejeiro de Perdizes

VINHO

Elena Pantaleoni: La grande donna del vino naturale

CAFÉ

Octavio Café traz grãos de avião para aproveitar frescor da torra

RESTAURANTES

Taberna da Esquina, novo bar de Vítor Sobral, abre segunda

MICHELIN

França tem dois novos restaurantes com três estrelas Michelin

Ficou com água na boca?